Turnover – Playoffs à caminho NFC

Quais as primeiras impressões desta reta final de temporada? Que time vem forte na luta pela pós temporada? Quem já está garantido? Vamos analisar a situação das equipes que ainda tem chances matemáticas de Playoffs.

A porcentagem de classificação aos Playoffs é medida pelo site footballoutsiders.com.

NFC East

Dallas Cowboys 9-1 (1st Seed) 98.5%

Sensação da temporada, o America’s Team vem encantando a liga com a grande temporada dos rookies Dak Prescott e Ezekiel Elliott. O ataque dos Cowboys é o grande pilar do time, com um jogo terrestre dominante e um grande cuidado com a posse da bola, Dak Prescott e companhia consegue trabalhar o relógio oferecendo descanso a sua unidade defensiva. Uma unidade defensiva descansada, consegue atuar com intensidade durante toda partida. Dallas Cowboys vem de 9 vitórias consecutivas e, segundo seu calendário, tem tudo para ampliar essa marca ainda mais. As próximas partidas de Dallas são todas contra equipes tecnicamente inferiores, inclusive os adversários de divisão. Vikings e Giants fora de casa são os confrontos que apresentam maior perigo a essa série de vitórias consecutivas, a conquista da divisão já é  realidade.

New York Giants 7-3 (5th Seed) 69.2%

As contratações na intertemporada visando reforçar a unidade defensiva dos Giants estão mostrando serviço. O New York Giants se tornou uma equipe competitiva de uma temporada para outra graças a uma defesa consistente, que por incrível que pareça, vem trabalhando com maior eficiência de que seu badalado ataque, dos astros Odell Beckham Jr. e Eli Manning. O safety Landon Collins foi eleito o melhor jogador defensivo da última semana, olho nessa unidade defensiva de New York. A respeito do calendário, os Giants jogam fora de seus domínios nos 4 dos próximos 6 jogos. Metade dos confrontos são em sua divisão, a dificuldade maior fica entre Steelers e Cowboys fora. Vencer os confrontos na NFC East é essencial para conquistar o passaporte a pós temporada.

Washington Redskins 6-3-1 (6th Seed) 62.6%

Outra grande campanha na divisão é a dos Redskins, o quarterback Kirk Cousins vem se estabelecendo na liga e mostrando que merece um grande contrato na Free Agency. Cousins é o 3º maior em jardas com 3.091 até agora, se aproveitando do bom trio recebedores: Pierre Garçon, DeSean Jackson e Jamison Crowder. Os próximos adversários dos Redskins não apresentam grandes desafios, Cardinals, Panthers e Bears vêm fazendo uma péssima campanha nesta temporada. Maiores dificuldades ficam por conta dos Cowboys e Giants fora de casa. A receita da pós-temporada é a simples: Vencer os confrontos “fáceis” e conquistar vitórias contra os adversários de divisão.

Philadelphia Eagles 5-5 (9th Seed) 40.5%

Provavelmente a diretoria dos Eagles não imaginariam que após a semana 11, a equipe de Philadelphia teria mais de 40% de chance de alcançar os Playoffs. Surpreendente a campanha de Carson Wentz e companhia, a defesa vem sendo bastante elogiada nesta temporada. Forçando turnovers é a 8ª melhor da liga, além de ser a 4ª melhor em pontos cedidos e a 8ª que menos cede jardas para o adversário. Com relação a tabela dos Eagles, o seu grande triunfo é poder atuar em casa nos 4 dos próximos 6 jogos. Os irregulares Green Bay Packers e Cincinnati Bengals podem não oferecer tanta resistência, jogos complicados podem vir da sua própria divisão, pelo menos vão ser disputados no Lincoln Financial Field.

NFC North

Detroit Lions 6-4 (3rd Seed) 38.6%

A liderança da divisão e recorde positivo é algo novo para o Detroit Lions, a franquia aproveitou a dificuldade dos seus adversários de divisão e vem tentando carimbar uma vaga na pós-temporada. Uma curiosidade dessa equipe  é que em todos os jogos da temporada, os Lions iniciaram o último quarto atrás do placar. Resumindo: Vitórias e derrotas por placares apertados, as estatísticas das unidades tanto defensiva quanto ofensiva comprovam essa característica dos Lions, apenas o 25º ataque e a 14ª defesa da liga. Os próximos confrontos dos Lions reservam algumas dificuldades como Cowboys e Giants fora de casa, o embate que irá definir os rumos dos franquia nesta temporada é sem sombra de dúvidas o combate frente ao Minnesota Vikings no Thanksgiving.

Minnesota Vikings 6-4 (7th Seed) 66.8%

Do céu ao inferno, pode-se dizer que este é a sina dos Vikings nesta temporada. Outrora melhor defesa da liga e candidato ao Super Bowl, Minnesota corre o risco de não se classificar aos Playoffs, uma vitória sobre os Lions na rodada do Thanksgiving é essencial para Sam Bradford e companhia almejar voos maiores. A defesa ainda é dominante, 3ª melhor contra o passe, 2ª que mais intercepta quarterbacks e a 2ª que menos cede pontos aos adversários. A grande dificuldade tem sido o alto tempo em campo dessa unidade, gerado pela ineficiência do ataque, um dos piores da liga. O calendário dos Vikings é razoavelmente tranquilo: Equipes que não vem apresentando boas temporadas como Jaguars, Bears e Colts. Os dois próximos jogos são os mais complicados, além do já citado Lions outro desafio é os Cowboys de Dak Prescott.

Green Bay Packers 4-6 (14th Seed) 8.8%

Decepcionante. A temporada do Green Bay Packers vêm contrapondo um histórico recente de boas campanhas da franquia, as dificuldades dos cabeças de queijo estão aparecendo em vários setores. Secundária fragilizada por lesões aliada à baixa qualidade técnica, jogo terrestre inexistente, pass rush ineficaz, chamadas questionáveis do playbook, entre outros problemas recentes. Aaron Rodgers não consegue conduzir a franquia a um recorde positivo e a busca pelos Playoffs parece cada vez mais distante. Jogos complicados contra Seahawks, Vikings e Eagles fora, só comprovam uma certeza: Os Packers já podem começar a pensar na próxima temporada de preferência com uma nova comissão técnica.

Chicago Bears 2-8 (15th Seed) 0.7%

O Bears só está sendo citado devido aos 0.7%. Não preciso dizer muita coisa, uma reformulação parece cada vez mais eminente. 

NFC South

Atlanta Falcons 6-4 (4th Seed) 86.1%

O curioso dos Falcons é que seu recorde não reflete a grandeza de suas atuações perante a vários adversários. Atlanta Falcons tem o melhor ataque da liga, o seu quarterback Matt Ryan é um forte candidato ao MVP fazendo uma dupla dinâmica com o recebedor Julio Jones. Jones lidera a NFL em jardas nessa temporada, foram 1105 até o momento. Matt Ryan tem acionado seu melhor recebedor em várias oportunidades e a química entre os dois vêm dando resultados: Ryan é o 2º quarterback com mais jardas passadas, 3247, são 30 jardas e 3 interceptações a menos que o primeiro colocado Drew Brees. A conquista da NFC South está bem encaminhada, confrontos contra 49ers, Cardinals, Rams e Panthers não assustam uma equipe TOP 5 da liga, talvez a maior das dificuldades se encontram em Saints e Chiefs, ambos jogos em casa.

Tampa Bay Buccaneers 5-5 (8th Seed) 11.4%

Jameis Winston e companhia surpreenderam na última semana após uma vitória fora de casa sobre o antes imbatível Kansas City Chiefs. Talvez este seja o maior sucesso dos Bucs nesta temporada, apesar de esforços de seus jovens jogadores, a verdade é que Tampa Bay necessita de atuações regulares e consistentes para sonhar em pós temporada. Aliado à tudo isso, o calendário não agrada: Cowboys e Chargers fora. Em casa teremos o Seattle Seahawks e dois confrontos divisionais contra os Saints e seu forte jogo aéreo.

New Orleans Saints 4-6 (11th Seed) 10.7%

Passam-se os anos e os Saints apresentam os mesmos velhos problemas. Uma ofensiva de dar inveja contrastando com uma das piores defesas da liga, resta saber até quanto o quarterback Drew Brees vai conseguir carregar a franquia nas costas. Brees é o líder em jardas da temporada, comandando o 4º melhor ataque em pontos anotados e o que mais tentou jogadas de passe até o momento, com 420 tentativas. A defesa é a 3ª que mais cede pontos aos adversários, com 28,6 por partida e a 6ª pior em jardas cedidas com 382.8 por jogo. Apesar de possuir um calendário tranquilo, as chances de pós temporadas são mínimas, o pior dos confrontos será na última rodada contra os Falcons fora de casa, é provável que até lá, New Orleans nem tenham chances matemáticas de Playoffs.

Carolina Panthers 4-6 (12th Seed) 2.1%

O atual campeão da NFC decepcionou a todos nessa temporada. Apesar de igualar a campanha dos Saints, Carolina Panthers tem confrontos complicados contra as melhores equipes da liga: Oakland Raiders e Seattle Seahawks fora de casa, além de Chargers e Falcons no Bank of America Stadium. As atuações recentes da equipe (que por sinal evoluíram em comparação ao início da temporada) não serão suficientes para sair com a vitória em todos esses jogos.

NFC West

Seattle Seahawks 7-2-1 (2nd Seed) 99.3%

Já é tradição a arrancada ao final da temporada por parte de Russell Wilson e companhia. A crescente produção do seu quarterback, livre de lesões, só vem a acrescentar a grande produção da defesa dos Seahawks. A campanha que já é boa ganha um grande presente nessa reta final, adversários que não possuem grandes pretensões na atual temporada ou que não tem tido boas atuações. Curiosamente esse é o caso de todos os 6 jogos: Buccaneers, Panthers, Packers, Rams, Cardinals e 49ers, todos em sequência. A franquia poderia até se dar ao luxo de poupar os últimos jogos se concentrando exclusivamente nos Playoffs.

Arizona Cardinals 4-5-1 (10th Seed) 3.8%

Carson Palmer não repetiu as atuações da última temporada e o resultado é os 3.8% de chances de uma classificação à pós-temporada. Nem mesmo o ótimo RB David Johnson pode salvar os Cardinals no momento, talvez seja a hora procurar um novo quarterback no Draft ou na Free Agency.

Los Angeles Rams 4-6 (13th Seed) 0.8%

As chances dos Rams irem aos Playoffs com tantos problemas é a mesma que o Brasil perder pra Bolívia na final de Copa do Mundo de 5 a 0. A restante da temporada é aprendizado para o quarterback escolhido na primeira posição do draft, Jared Goff.

Mateus Maia

Estudante de jornalismo da UFOP e fanático pelo mundo dos esportes. Tudo na vida é certeiro, menos o chute de 27 jardas do Blair Walsh

%d blogueiros gostam disto: