HOSPÍCIO #92 – Que 2017 seja corinthiano

Passamos por um ano conturbado. Problemas dentro de campo, fora de campo e políticos. Às vezes, o Hospício foi até um pouco repetitivo com os assuntos abordados, algo que fora inevitável. Para 2017, poucas coisas mudaram, aparentemente. Carille assumiu o posto de técnico do Corinthians, uma nova comissão técnica (com CIFUT, Preparador Físico e auxiliares novos) foi formada e alguns jogadores virão e outros sairão. Mas, não para por aí. A questão financeira e política parecem estar mudando também.

 

 

2017 será o ano em que, pela primeira vez, o Corinthians deve começar a ter bons rendimentos financeiros com a Arena. 50% de toda a arrecadação, mensalmente, irá para os cofres, o que desafogará um pouco o clube. Além disso, Osmar Loss, Carille e companhia demonstram ter uma boa vontade de aplicar a base corinthiana como todo torcedor sempre esperou: dando oportunidades aos novos jogadores. E a escolha de Osmar Loss como auxiliar técnico foi essencial para isto. Também, há o projeto, que será aplicado, em observar jogadores da base de outros clubes (o que será abordado mais profundamente em um outro futuro Hospício). Além, o processo de Impeachment para Roberto de Andrade deve mesmo ter andamento

Aguardamos que a torcida corinthiana e a instituição tenham o ano que merecem. Com mais organização, planejamento, ideias novas e sobriedade nas decisões. Sempre desejamos coisas boas para o novo ano, e, geralmente, iniciamos essa frase com um “Que…”, então, Que 2017 seja corinthiano, Que o Corinthians traga muitas alegrias. Feliz Ano Novo, torcedor corinthiano. Feliz ano novo para você que lê esse Hospício e leu outros ao longo dos outros meses e ajudou na divulgação. Vai Corinthians

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: