Análise: convocação para o Jogo da Amizade, contra a Colômbia

Por conta da tragédia da Chapecoense e de como os colombianos sentiram, nos consolaram e apoiaram, os laços entre Colômbia e Brasil foram fortificados. Nesse cenário, as confederações marcaram um amistoso, chamado Jogo da Amizade, que certamente ficará marcado na história do futebol. A renda do jogo irá para as famílias das vítimas, e apenas jogadores que jogam nos países puderam ser convocados.

Tite convocou:

Goleiros – Alex Muralha, Weverton e Danilo Fernandes
Laterais – Fábio Santos, Fagner, Jorge e Marcos Rocha
Zagueiros – Pedro Geromel, Luan Garcia, Rodrigo Caio e Vitor Hugo
Meias – Camilo, Diego, Gustavo Scarpa, Henrique, Lucas Lima, Rodriguinho, Wallace e Willian Arão
Atacantes – Diego Souza, Dudu, Luan e Robinho

Da seleção que conquistou o Ouro olímpico inédito para o Brasil, Tite convocou Weverton, Rodrigo Caio,  Luan Garcia, Wallace e Luan. A convocação desses jogadores é de suma importância para a continuidade e futuras convocações (porque não, na Copa da Rússia de 2018). É um trabalho que dá à Seleção brasileira uma base, que já sabe o que deve fazer quando vestir a amarelinha.

 

Goleiros

Como já dito, a convocação de Weverton foi merecida. Há de se dizer o mesmo de Alex Muralha e Danilo Fernandes. Porém, faltou Vanderlei, do Santos, nessa convocação. Que há tempos merece uma chance.

 

Laterais

Apesar de ter só Jorge abaixo dos 27 anos, Tite acertou na convocação dos 4 laterais. Mesmo na falta de Zeca (que é lateral-esquerdo, mas jogou a Olimpíada na direita), Jorge, Fábio Santos, Fagner e Marcos Rocha são os melhores na posição em atividade no Brasil. Fábio Santos, de 31 anos, provavelmente não deve jogar a Copa da Rússia em 2018, por isso, a convocação de Zeca seria melhor vista, caso essa fosse a escolha.

 

Zagueiros

Assim como nos laterais, outras boas quatro escolhas do técnico da Seleção. Pedro Geromel vinha como postulante à convocação há algum bom tempo. Luan Garcia e Rodrigo Caio participaram da Seleção olímpica. E Vitor Hugo foi o melhor zagueiro do Palmeiras campeão brasileiro de 2016, além de ter feito uma boa temporada em 2015 também.

 

Meias

Os meias causam a maior polêmica. Camilo, Diego, Gustavo Scarpa e Willian Arão são incontestáveis. Muitos deles poderiam, inclusive, estar na seleção principal. Wallace jogou a Olimpíada. Já Henrique, Lucas Lima e Rodriguinho causam estranheza. Henrique é ídolo do Cruzeiro, já teve melhores fases no futebol nacional. E apesar de ser regular, outros jogadores deveriam ganhar essa chance. Rodriguinho no Corinthians tem sido um dos principais jogadores. Em 2016 ganhou destaque, inclusive com Tite. E Lucas Lima parece não ter entrado em campo no ano passado. Jogou o fino da bola em 2015, mas perdeu o brilho no último ano. Tchê Tchê, Vitor Bueno, Moisés, Jean, entre outros poderiam estar na lista no lugar dos citados acima.

 

Atacantes

Diego Souza e Robinho estão no mesmo grupo de Fábio Santos: provavelmente, não poderiam jogar a Copa de 2018, por causa da idade. Foram artilheiros do último brasileirão. Então, seguindo esse requisito, por que não testar William Pottker, de 23 anos, também artilheiro do último brasileirão? Dudu é, desde que chegou, uma das principais peças do Palmeiras. A chave do ataque campeão da Copa do Brasil e do Brasileirão, e foi uma convocação muito mais do que merecida. Luan foi crucial na campanha do título olímpico, e tem potencial para figurar no elenco que disputará a próxima Copa do Mundo, e, antes disso, a reta final das Eliminatórias.

 

No mais, uma boa convocação de Tite. Buscou imediatismo nos jogadores mais experientes, o que poderia ser diferente, visto que esse é um amistoso. No geral, acertou.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: