CANTO DO MANTO #7 – Feliz Flamengo novo, por favor

Eu me prometi que ia ficar calado e torcer apenas para o “meu time europeu” nessas férias. O Flamengo acabou comigo e com os demais torcedores no ano de 2016, mesmo tendo um time bem arrumado e demonstrando um bom futebol na maioria do tempo da temporada. Passamos em branco nos títulos e algumas vezes passamos vergonha nas competições, como no caso da eliminação para o minúsculo Palestino e até pela performance no Carioca não conseguindo ir pra nenhuma final.

Essa época de férias num time enorme como o Flamengo é bem complicada de acompanhar porque as informações e supostas contratações pipocam o tempo inteiro nas redes sociais e você nunca sabe no que acreditar. E isso sem falar nas especulações que já botaram até Neymar com a camisa do rubro-negro. Na dúvida, eu só confio quando o site oficial do Flamengo anuncia um jogador. E recomendo o mesmo pra vocês.

Não vou me alongar nesse texto e nem ficar enrolando: não gosto da ideia de Dario Conca, mas assim como Diego, se vier, espero que cale a minha boca e faça uma grande temporada. Diego não fez excelente temporada, mas somou ao time e em 2017 deposito minhas esperanças no meia. William Arão e Muralha também renovaram e foram boas peças na temporada passada.

O caso Márcio Araújo merece um parágrafo. Seu contrato também foi renovado, mas não sou totalmente contra. O grande erro é mantê-lo para ser titular e deixar com que Cuellar vá embora. Acho que o gringo merece mais chances de adaptação assim como o zagueiro Donatti. Não consigo confiar no veterano Juan e nem em Réver, que é bastante inconstante.

Sobre a única contratação, o lateral Miguel Trauco, não conheço. Mas espero que faça um bom trabalho. Ainda acho que o Flamengo deve se livrar de mais bactérias como Emerson Sheik, Fernandinho e Marcelo Cirino (esse com pressa) e contratar para essa mesma posição e mais um meia armador. Time que joga Libertadores tem que ter um elenco recheado.

Libertadores tem que ser jogada com sangue nos olhos. Essa torcida não aguenta mais passar vergonha nessa competição. Temos o melhor time dos últimos tempos pra jogar esse campeonato complicado e difícil pra cacete e temos que demonstrar raça e desculpem o termo, CULHÕES, para passar no difícil grupo que fomos sorteados. A camisa é enorme, mas não joga sozinha. A Nação confia em você e espera o melhor possível pra 2017: alguns títulos e muita disposição. Time gigante não tá acostumado a ficar muito tempo sem ganhar nada. Vamos Flamengo e feliz ano novo pra todos!

Lucas Farias

Carioca, 25 anos, nem um pouco jornalista, mas apaixonado por esportes, principalmente futebol. Flamengo, Tottenham, Miami Heat e New Orleans Saints.

%d blogueiros gostam disto: