CONHECEMOS TEU VALOR #1 – O que esperamos para 2017?

Texto: Murilo Bremer

Com orgulho me apresento como colunista da HTE Esportes aqui no ‘Cantinho do Torcedor’. Sou Murilo Bremer, tenho 18 anos, torcedor apaixonado do Atlético Paranaense e simpatizante do Manchester United e Borussia Dortmund, mas isso é o que menos importa. 2017 tende a ser um ano muito importante em quesito de competições para nós, até porque é ano de Libertadores, após ficarmos dois anos longe da maior competição de clubes do mundo (Champions League é fichinha).

Após um 2016 acima da média, com título estadual em cima do maior rival, tabu de sete anos sem título e oito anos sem ganhar do rival em sua casa quebrados, vaga na Libertadores, a torcida mais fanática do Sul está com expectativas além do normal. Porém, a dúvida é eminente na cabeça do torcedor. Thiago Heleno, Lucas Fernandes, Léo e Paulo André, que foram peças muito importantes no decorrer da temporada, tiveram seus empréstimos encerrados no dia 31/12/2016. Ninguém sabe se ficam ou se vão, virou uma típica novela mexicana, principalmente a transferência do “general” Thiago Heleno. Transferência que por sinal foi resolvida no dia de hoje (12/01/2017), e o “general” ficará na Baixada por mais 4 anos. Lucas Fernandes voltou para o Fluminense, Paulo André assinou renovação até o fim desta temporada, e Léo ninguém sabe se fica ou se vai.

Temos um elenco muito equilibrado, com jogadores experientes como Lucho Gonzáles, mesclado com a juventude da base, com jogadores como Matheus Rossetto, que após a venda de Hernani deve brilhar sob o comando do professor Autuori.
Na meta, temos dois excepcionais goleiros. Santos, que quando é necessário cuida muito bem de nossas redes, e Weverton, que é sem comentários. Herói olímpico, um dos melhores goleiros do Brasil na atualidade, se não for o melhor (sem clubismo rs). No miolo de zaga e nas laterais, temos a mescla de experiência com juventude. Paulo André e Thiago Heleno formam a segunda melhor zaga do Brasileirão 2016, e por esse motivo seriam muito importantes para a equipe no ano que segue. Léo na direita dá conta do recado, e agora terá sombra de Jonathan, aquele ex-Fluminense e Inter de Milão, que assinou no fim do ano conosco. Na esquerda é o que me preocupa. Nicolas e Sidicley são jovens, atacam bem, mas sempre deixam buracos onde o adversário consegue passear, uma verdadeira avenida. É uma posição que merece atenção, ou quem sabe algum jogador de qualidade contratado.

Na ‘meiuca’, não faltam jogadores. Otávio e Rossetto devem ser a dupla de volantes para a temporada, duas ‘crias’ rubro-negras, mas ainda é necessário uma sombra para o segundo citado, já que Hernani foi vendido para o Zenit e não tem reposição no banco de reservas. Mais à frente, temos Lucho Gonzáles, Pablo e Felipe Gedoz, o mais novo reforço (que espero que vingue). Além do mais, temos reposição no banco de reservas, como Nikão, Luciano Cabral (uma lenda, que fez no máximo duas partidas, mas tem futebol), Lucas Fernandes e Marcos Guilherme. O último, por sinal, se Deus permitir, não deve jogar aqui em 2017, deverá ir para o Flamengo (boa sorte, flamenguistas) por empréstimo em troca dos direitos federativos do Léo. O ataque promete ser um dos pontos fortes, com Pablo e Lucas Fernandes que atuam pelas pontas, e o grandioso Grafite, que foi contratado de graça, lá na frente. Mas, ainda falta uma sombra para o Graffa #23, já que André Lima não é isso tudo não (obrigado pelos gols em 2016 mas você não pode ser titular…..).

Com professor Autuori, que tirou leite de pedra no ano que se passou, a expectativa tá sendo bastante alta para esse novo ano. Além de técnico, ele está atuando como diretor de futebol e se envolve nas contratações, um verdadeiro MANAGER (quem joga Football Manager vai entender como ele tá trabalhando aqui), assim como funciona os grandes técnicos na Europa, mais especificamente na Inglaterra. E fica um único pedido para 2017: Marcos Guilherme não mais. SRN!

%d blogueiros gostam disto: