CONHECEMOS TEU VALOR! #3 – Tensão e ansiedade, a pré-estréia na Libertadores

Texto: Murilo Bremer

Fala nação atleticana,

Nessa quarta-feira (01), temos um jogo pra cardíaco ter ataque do coração. Vamos receber o time do Pablo Escobar, o Millionarios da Colômbia, na partida de ida da segunda fase da Copa Libertadores desta temporada. Após ficarmos em quinto no último Brasileirão, infelizmente estamos em mais uma pré-Libertadores, e eu espero de coração que não seja igual 2014 (contra o Sporting Cristal), porque assim o coração não vai aguentar não, time do diabo.

E o jogo promete emoção até o apito final do professor. Thiago Heleno até o exato momento em que estou escrevendo, às 19h27 de uma terça-feira, ainda não foi inscrito no BID, e mesmo com a inscrição do General na Libertadores, ele não pode jogar, já que os documentos do zagueirão ficaram encostados no seu ‘antigo’ clube, o Deportivo Maldonado do Uruguai. Tá ai mais um motivo pra eu odiar uruguaios. Pra ser sincero, não conheço NINGUÉM do time do narcotráfico, o que me preocupa é a catimba que colombianos, argentinos e etc tem a oferecer, como já foi no amistoso contra o Peñarol, que parecia mais pra um UFC Curitiba 2, e ah, a altitude também, porque Bogotá fica a 2.640 metros acima do nível do mar, o que complica um pouco os pulmões atleticanos. E sim, eu fui pesquisar no Google a altitude de Bogotá, não sabia que era bastante não, tenso.

Velho, Libertadores tem que SUAR SANGUE™, ter raça dentro de campo durante os 90 minutos, ajudar na briga (obrigado Luis Fabiano), não cair na catimba argentina e derivadas, é jogar como nunca tinha jogado antes. É jogar com o coração, com paixão a camisa que veste. E convenhamos, a gente é o clube paranaense que mais disputou Libertadores mas não é todo ano que estamos nos classificando não, esse ano é pra aproveitar a chance, não jogar todo o esforço de 2016 pra se classificar até a última rodada fora. Esse ano é ano de FURACÃO!

SRN!

%d blogueiros gostam disto: