Em qual país os brasileiros se dão melhor na Europa?

Nos últimos anos, temos visto com frequência a saída de vários jogadores brasileiros, deixando seu pais de origem, para jogar futebol no velho continente. Muitos se incomodam pela falta de oportunidade em seus novos clubes, outros tentam buscar seu espaço, entrando em algumas partidas, e há aqueles, que pela sorte do destino, acabam agarrando a chance, e chegando a titularidade dos clubes. A partir disso, fizemos uma analise, sobre os últimos ‘brazucas’ que foram para a Europa, e em qual pais tiveram a sorte de se firmar nas equipes.

A Itália, têm sido o destino mais cobiçado por jogadores Brasileiros, para disputar seu campeonato. Mas essa procura, não é de hoje. Desde a década de 80 e 90, com as chegadas de Falcão na Roma, Casagrande e Júnior no Torino e  Zico na Udinese, fizeram com que houvesse uma expansão enorme no futebol italiano, mudando o nível e qualidade do campeonato. Também podemos observar, que a carreira dos jogadores citados, teve sua ascensão, justamente quando foram jogar futebol na terra da bota.

Nos anos 2000, a intensa procura por jogadores canarinhos, não foi diferente. As chegadas de Dida, Roque Júnior, Cafu, Serginho e Kaká no Milan, fizeram com que eles se tornassem jogadores parte do ‘esquadrão imortal’, multicampeão na Itália. O time da capital italiana também não ficou pra trás, trouxe o zagueiro Juan, Emerson, Mancini e Cicinho. Jogadores que ganharam status na Roma, por serem providenciais na reestruturação do clube, após péssimos resultados na temporada 2003-2004, marcada pelo fraco oitavo lugar na Serie A, mas também pela derrota na Copa da Itália para o Milan e eliminação novamente na segunda fase de grupos da Liga dos Campeões.

A Inter de Milão também não ficou de fora dessa lista. Liderada por Júlio César, Lúcio, Maicon e Adriano (destaque para o imperador, até sua saída em 2008, marcou 73 gols, em 163 jogos pelo clube), conquistaram os títulos italianos consecutivos em 08, 09 e 10, chegando ao lugar mais alto da Europa e do mundo em 2010, numa geração que ficou marcada para muitos torcedores da Internazionale no Brasil, que vibravam a cada título da equipe Interista.

Tenho certeza que ao ler essa matéria, bateu aquela saudade de acompanhar os jogos da Série A, nos sábados e domingo á tarde, com transmissão da Band, com Nivaldo Prietto e Mauro Betting á frente das transmissões do campeonato. É meus amigos, pena que esse tempo não volta mais. Mas mesmo sem todo aquele brilho de tantos craques jogando na itália, o país ainda continua a procura de jogadores que podem evoluir, demonstrando seu futebol no país.

Veja a relação dos brasileiros que atuam, e outros que foram contratados por clubes italianos na temporada 16-17:

ATALANTA
Rafael Toloi (Z) – Após passagem discreta pela Roma, o zagueiro ex-São Paulo e Goiás, se firmou na Atalanta.

BOLOGNA
Angelo (G) – Ex-Santo André, Ancona e Sampdoria, o goleiro está na Itália desde 2007 e em Bolonha, desde 2015.

CAGLIARI
Rafael (G) – Após quase 10 anos jogando pelo Verona, chegou ao Cagliari no início deste ano.
João Pedro (M) – Formado no Atlético-MG, é titular do time recém-promovido à Série A e marcou 13 gols na última Série B.
Diego Farias (A) – Daqueles brasileiros que nasceram futebolisticamente na Itália, também fez 13 gols na última Série B.

EMPOLI
Matheus Pereira (M) – Meia inteligente e técnico, fez barulho aqui quando perdeu um pênalti com cavadinha na final da Copa São Paulo de Juniores, pelo Corinthians. Tem só 18 anos.

GENOA
Edenílson (V) – Ex-Corinthians, jogou uma temporada na Udinese e foi emprestado para o Genoa, onde continuará por outra temporada.

INTERNAZIONALE
Miranda (Z) – Depois do sucesso no Atlético de Madri, transferiu-se à Inter, onde é titular absoluto.
Felipe Melo (V) – O ex-jogador da seleção está em seu terceiro time na Itália, após jogar por Fiorentina e Juventus. Tem sido figurante.
Eder (A) – Fez sua carreira na Itália, naturalizou-se italiano e virou titular da seleção de Antonio Conte na última Eurocopa.
Gabriel (A) – O ex-atacante do Santos, jogador da seleção brasileira, chega como uma das principais contratações da pré-temporada no futebol italiano.

JUVENTUS
Neto (G) – Hoje com 27 anos, no ano passado o goleiro trocou a Fiorentina, onde era titular, para ser reserva de Buffon na Juve.
Daniel Alves (LD) – Vindo do Barcelona, o renomado lateral fará sua primeira temporada na Itália.
Alex Sandro (LE) – Ex-Atlético-PR, Santos e Porto. Chegou à Juve na última temporada e foi muito bem, tomando a condição de titular de Evra em vários jogos.
Hernanes (M) – Após passagens por Lazio (onde foi ídolo) e Inter, começou mal em Turim, mas evoluiu na segunda parte da temporada 2015-16.

LAZIO
Wallace (LD) – O ex-cruzeirense estava no Monaco e chega agora à Lazio, comprado por 8 milhões de euros.
Felipe Anderson (M) – O meia da seleção olímpica é há duas temporadas um dos principais jogadores do time. Chegou a ser sondado pelo Manchester United.

MILAN
Gabriel (G) – Está desde 2012 no Milan, que chegou a emprestá-lo para Carpi e Napoli. Será reserva do jovem e promissor Donnarumma.
Rodrigo Ely (Z) – Aos 22 anos, é outra promessa que pertence ao Milan desde 2012. Quase sempre esteve emprestado a outros times.
Luiz Adriano (A) – No Milan, o ex-atacante do Inter não conseguiu repetir o sucesso de sua passagem no Shakhtar Donetsk e vive relação conturbada com a torcida, sobretudo após uma tentativa frustrada de transação para o futebol chinês.

NAPOLI
Rafael (G) – O bom goleiro, ex-Santos, é reserva do espanhol Pepe Reina.
Allan (V) – O ex-vascaíno é hoje nome respeitado no futebol italiano, após passagem pela Udinese e uma ótima temporada em Nápoles.
Jorginho (V) – Aos 24 anos, é outro meio-campista brasileiro que tem feito sucesso no time, a ponto de, naturalizado, já ter sido convocado para a seleção italiana.

PALERMO
Bruno Henrique (V) – O volante deixa o Corinthians e chega agora ao time siciliano com perspectiva de ser titular.

ROMA
Alisson (G) – O goleiro da seleção brasileira, ex-Inter, fará sua primeira temporada na Itália.
Bruno Peres (LD) – Ex-Santos, aos 26 anos, é outro reforço que chega agora, após boas temporadas pelo Torino.
Juan Jesus (Z/LE) – Chega agora da Inter de Milão para jogar na zaga e na lateral-esquerda.
Emerson Palmieri (LE) – Outro ex-santista, com passagem pelo Palermo. Está no clube desde 2015, mas foi pouco utilizado até aqui.
Gerson (A) – Comprado pela Roma desde o início do ano, o atacante ex-Flu finalmente jogará pelo time, após permanecer emprestado ao clube carioca.

SAMPDORIA
Dodô (LE) – O lateral, ex-Corinthians e Bahia, jogará mais uma temporada na Sampdoria, à qual está emprestado pela Inter.

TORINO
Leandro Castan (Z) – Curiosamente, o ex-zagueiro do Corinthians chegou a ser anunciado como reforço pela Sampdoria, onde não ficou nem 40 dias – vai jogar mesmo é pelo Torino. Na Roma, não conseguiu se firmar também por ter se submetido a uma delicada cirurgia no cérebro.
Danilo Avelar (Z) – Outro daqueles com quase toda carreira no exterior. Chegou do Cagliari no meio de 2015, mas jogou muito pouco por causa de seguidas lesões

UDINESE
Danilo (Z) – Aos 32 anos, o ex-zagueiro do Palmeiras está na Udinese desde 2011, quase sempre como titular.
Felipe (Z) – Formado na própria Udinese e com passagens por empréstimo em vários outros times da Itália, está com 31 anos.
Samir (Z) – Chegou do Flamengo esta ano, foi emprestado ao Verona e agora deve ter suas primeiras chances em Údine.
Lucas Evangelista (M) – Meia formado no São Paulo, aos 21 anos volta à Udinese buscando mais espaço depois de um empréstimo ao Panathinaikos.
Ewandro (A) – Formado no São Paulo e com passagem pelo Atlético-PR, fará sua primeira temporada na Itália.
Ryder Matos (A) – Aos 23, o atacante formado no Vitória já passou por Fiorentina, Bahia, Córdoba, Palmeiras e Carpi, mas não vingou. Está em Údine desde o início do ano.

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago à tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada esporte.

%d blogueiros gostam disto: