Extra Time #6 – Quem irá suceder Cristiano Ronaldo e Lionel Messi?

Dinastia, segundo o dicionário: é o período de sucessão, que reis e rainhas, pertencentes a uma mesma família, permanecem no poder, tem origem no termo grego dynasteia, que significa poder, senhorio e comando. Contudo, é a palavra perfeita para definir os últimos nove anos do futebol mundial.

Lionel Messi e Cristiano Ronaldo há 9 anos polarizam o prêmio de melhor do mundo, mas esse reinado tende a terminar daqui a poucos anos, o motivo é a idade já avançada de ambos os atletas: 31 e 29 anos. Sendo que Messi tem um físico mais fraco e deverá competir em alto nível até uma idade menos alta.

Há vários anos os dois jogadores são primeiro e segundo colocados na disputa do prêmio, sempre com um jogador diferente ocupando a 3° posição. Mas, e quando os dois pararem de jogar ou estiverem em nível menor de performance? Nunca houve uma dinastia tão grande vista no futebol, quais serão os jogadores que assumirão o papel de grandes astros após o fim da atual dinastia?

Neymar Jr atuando pelo Barcelona

Os principais candidatos a tal feito já são perceptíveis atualmente, o brasileiro Neymar (24 anos) é um deles, o atacante do Barcelona apareceu no pódio do prêmio em 2015, porém não ficou no Top 3 no ano de 2016, ele é o grande jogador dessa geração brasileira e já joga ao lado de Messi o que lhe dá um bom apoio e experiência. Outro nome relevante é o do galês Gareth Bale (27), o ponta do Real Madrid já é uma realidade, apesar de nunca ter ficado no pódio dá Bola de Ouro ele é um dos principais atletas do clube madrilenho e lidera a sua seleção a boas campanhas nas Eliminatórias e na Eurocopa.

Pogba em sua comemoração tradicional, ainda jogando pela Juventus

Correndo por fora nessa disputa temos o não tão genial, mas não menos importante, o francês Antoine Griezmann (25) meia atacante do Atlético de Madrid, ele que no ano de 2016 é o provável 3° colocado da Bola de Ouro, foi vice-campeão em várias ocasiões, na UEFA Champions League com os colchoneros e da Eurocopa com a França, sempre perdendo as finais para times comandados por Cristiano Ronaldo.

Saindo dos atacantes, os jogadores de meio-campo mais promissores são: o francês Paul Pogba (23), craque da Juventus, agora atuando ao lado de Ibrahimovic no Manchester United, sua lista de títulos se resume a campeonatos italianos e Copa Itália, mas o ótimo volante de imposição física e passadas largas tem um futuro incrível pela frente, toda a sua “marra” e seus golaços o credencia na briga nos próximos anos. Alguns irão lembrar do alemão Marco Reus, mesmo com seus 27 anos o jogador do Borussia Dortmund tem tudo para disputar o prêmio nos próximos anos, isso caso as constantes lesões não o atrapalhem. Ainda na meia cancha temos o jovem Dele Alli do Tottenham, o volante/meia é praticamente completo, marca de maneira excelente e tem no drible e no chute de longa distância o seu ponto forte, e a idade demonstra que pode evoluir muito ainda: 20 anos. Jogadores como Eden Hazard (25), Kevin De Bruyne (25) e Philippe Coutinho (24) também podem despontar nessa lista.

Renato Sanches saiu do Benfica para o poderoso Bayern com apenas 19 anos

Existem atletas muito jovens que ainda podem chegar a dificultar a vida desses, como por exemplo Marcus Rashford (19), Joshua Kimmich (21) e Gabriel Jesus (19), mas eles ainda não estão no nível dos citados acima. Também é o caso dos alemães Julian Draxler (23) e Max Meyer (21), que por enquanto não tem chance em sua seleção, mas já brilham nos clubes.

Em seus países quem deverá ser os substitutos de Messi e Ronaldo? Em Portugal Renato Sanches (19) se candidata fortemente a tal feito, o meio campista do Bayern Munique tem uma Eurocopa no currículo e busca se firmar no clube alemão, aonde a concorrência é forte. Na Argentina o principal potencial é Paulo Dybala (23), o atacante destaque da Juventus na temporada 2015/16 e um dos principais da atual deve ser o “substituto” de Messi em seus país, tem características parecidas aparecer de não ter tanta facilidade no drible e tem a cabeçada como um ponto de relevância.

A resposta disso só iremos descobrir daqui a alguns anos, por enquanto tudo é teoria, dificilmente dois jogadores conseguirão um reinado tão duradouro como Messi e Cristiano, mas a disputa será extremamente acirrada após as duas feras, quem irá suceder os dois? Façam suas apostas.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @isentoever

%d blogueiros gostam disto: