NFL – Prévia das finais de conferência

Após uma rodada divisional eletrizante, a NFL chega as duas partidas que irão definir os campeões das conferências Americana e Nacional, que representarão suas conferências no Super Bowl LI. Dois duelos que prometem muito equilíbrio, e que já mexem com a ansiedade do torcedor. De um lado, um duelo que tem tudo para ser um dos maiores tiroteios da história das finais da NFC entre Atlanta Falcons e Green Bay Packers; na AFC, um duelo entre a equipe mais tradicional na NFL contra a franquia mais vencedora dos últimos 20 anos. Vamos para a análise dos confrontos:

 

Atlanta Falcons x Green Bay Packers – Domingo, 22 de janeiro, 18h05
Georgia Dome

O último capítulo da história do Georgia Dome não poderia ter um melhor desfecho. O Atlanta Falcons volta a uma final da NFC depois de ser derrotado pelos 49ers na temporada 2011-2012, buscando uma vaga para voltar ao Super Bowl. Na sua única ida, os Falcons perderam para o Denver Broncos por 34-19 no SB XXXIII. Já os Packers, que conquistaram seu último Super Bowl em 2010, voltam a final da NFC com uma incrível sequência de 8 vitórias consecutivas.

Julio Jones contra a secundária dos Packers será um duelo interessante.

O jogo tem tudo para ser uma grande batalha ofensiva. Se de um lado temos o provável MVP da temporada, Matt Ryan, que vem jogando de forma magistral e conduzindo o segundo melhor ataque da NFL em médias de jardas por partida; de outro lado temos Aaron Rodgers e sua sequência de atuações espetaculares, que vem sendo crucial para que os Packers sonhem com o título. Com dois ataques tão devastadores e que tem marcado muitos pontos, as duas chaves da partida serão os desempenhos defensivos e a imposição do jogo corrido.

Os Packers vem tendo um bom desempenho defensivo, mesmo com as lesões. A unidade vem conseguindo pressionar o QB e faz um bom trabalho contendo o jogo corrido. Entretanto, vale lembrar que Ezekiel Elliott correu bem com a bola na semana passada, mas o ataque de Dallas teve que correr atrás dos Packers durante toda a partida. Se os Falcons conseguirem estabelecer as corridas com Davonta Freeman e Tevin Coleman, deixando A-Rod fora do campo pelo maior tempo possível, a possibilidade de sucesso dos Falcons cresce. Para os Packers, a missão é deixar sua secundária atenta, e trabalhar bastante os passes curtos, mesclando um pouco as corridas, já que a equipe tem um jogo terrestre deficiente.

Palpite: Packers. Cansei de apostar contra Aaron Rodgers.

New Engand Patriots x Pittsburgh Steelers – domingo, 22 de janeiro, 21h40
Gillette Stadium

Tom Brady e Ben Roethlisberger protagonizarão a final da AFC deste ano. Junto com Peyton Manning, eles são responsáveis por representar a AFC 11 dos últimos 12 Super Bowls. Em campo estarão 6 anéis de SB, só falando dos QB’s. O maior campeão da era do Super Bowl, Pittsburgh Steelers, contra um dos segundos colocados nesse ranking, Patriots. Tem tudo para ser um grande jogo, principalmente pelo nível de jogo que ambas as equipes vem apresentando.

Além de todos esses ingredientes, os jogadores já trataram de colocar mais pimenta na partida. Após a polêmica live de Antonio Brown, que transmitiu o discurso da vitória de Mike Tomlin direto do vestiário dos Steelers, com direito a chamar os Patriots de “assholes”, os jogadores passaram a semana trocando farpas. Julian Edelman, WR dos Pats, disse que a situação nunca ocorreria num vestiário de um time campeão como o dele. Big Ben Roethlisberger respondeu dizendo que os seus anéis e o de vários companheiros provavam que o vestiário dos Steelers era campeão.

Harrison caçando Brady é uma das chaves da partida

As chaves da partida para os Patriots deve ser parar Le’Veon Bell, além de evitar a pressão em cima de Brady. James Harrison tem 4 jogos consecutivos com pelo menos 1 sack, e o seu matchup contra Marcus Cannon pode ser decisivo para o desenrolar da partida. Para os Steelers, além de um ótimo trabalho na secundária, a equipe precisa de dois fatores: Bell correndo por umas 30 vezes, além de Big Ben se manter longe dos turnovers. O QB dos Steelers vem alternando momentos geniais com algumas falhas bizarras, que podem custar caro quando se joga fora de casa contra Tom Brady.

Palpite: Patriots, mesmo com a torcida pelos Steelers nessa partida.

%d blogueiros gostam disto: