A decepcionante Seleção Brasileira sub-20

Maior campeã do Sul-Americano na categoria, a Seleção Brasileira sub-20 chegou ao torneio como favorita ao título. Sob o comando do técnico Rogério Micale, o Brasil foi do céu ao inferno na competição e acabou não se classificando para o Mundial.

Zagueiro Lyanco lamentando a não-classificação do Brasil para o Mundial.

Em 9 jogos, o Brasil venceu 3, empatou 4 e sofreu 2 derrotas, com um aproveitamento de 48%. O desempenho foi um total fiasco e o pior, em campo foi mais desastroso ainda. A Seleção dependeu muito dos gols do atacante Felipe Vizeu, que marcou 4 dos 10 tentos da equipe.

No início da competição, o Brasil enfrentou vários problemas com os locais de seus jogos. Nas primeiras partidas, teve que atuar em gramados sem nenhuma condição de um bom toque de bola e isso atrapalhou muito a seleção.

Um dos principais problemas do Brasil foi a falta de equilibrio entre defesa e ataque. Na parte ofensiva do 4-2-3-1 faltou criatividade e qualidade no último passe. Na parte defensiva, os volantes não tinham tanta força na marcação e deixava a zaga exposta, que também bateu cabeça em vários gols sofridos. Os goleiros também não tiveram bom desempenho no campeonato, tanto Caique quanto Lucas Perri falharam por diversas vezes e não demonstravam segurança.

O técnico Rogério Micale teve boas ideias, mas pecou em vários aspectos. Um dos acertos do treinador foi na utilização de todos os atletas durante o torneio, revezou na medida do possível e os 23 tiveram minutos. Se por um lado isso foi bom, por outro teve uma grande desvantagem, o Brasil não repetiu por nenhuma vez a sua escalação e terminou a competição sem os 11 titulares definidos.

Escalação da estreia – Equador 0 x 1 Brasil
Escalação do último jogo – Colômbia 0 x 0 Brasil

Apesar da má campanha e do péssimo desempenho dentro de campo, os 23 jogadores convocados para esse Sul-Americano têm muita utilidade e alguns um futuro promissor. Guilherme Arana, Lyanco, Caio Henrique e Felipe Vizeu se salvaram, mostrando um futebol de qualidade durante a competição.

VEJA ABAIXO OS 23 JOGADORES:

Goleiros

Caíque (Vitória), Cleiton (Atlético-MG) e Lucas Perri (São Paulo);

Laterais

Dodô (Coritiba), Robson (Santos), Guilherme Arana (Corinthians) e Rogério (Juventus-ITA);

Zagueiros

Gabriel (Avaí), Léo Santos (Corinthians), Lucas Cunha (Braga-POR) e Lyanco (São Paulo);

Meias

Caio Henrique (Atlético de Madrid-ESP), Allan (Hertha Berlim-ALE), Douglas Luiz (Vasco), Maycon (Corinthians), Lucas Paquetá (Flamengo) e Matheus Sávio (Flamengo).

Atacantes

Artur (Palmeiras), David Neres (São Paulo), Giovanny (Atlético-PR), Léo Jabá (Corinthians), Felipe Vizeu (Flamengo) e Richarlison (Fluminense).

Linekher de Andrade

16 anos. Jogador de futebol do Anápolis FC, sub17. Goiano com orgulho. E nome inspirado no artilheiro da Copa de 1986, o inglês Gary Lineker.

%d blogueiros gostam disto: