CLUBE DO POVO #10 – Os pontos positivos e negativos do início de ano colorado

Como todo início de temporada, a de 2017 também teve seus altos e baixos para o Internacional, com boas atuações e outras nem tanto, com ótimos negócios e outros nem tanto, vamos aos pontos positivos e negativos do início de 2017 para os colorados.

Charles é o grande destaque desse inicio de ano Foto: Internacional

Talvez o principal ponto positivo seja as excelentes negociações realizadas pela nova gestão de futebol do clube, contratações como as de Uendel e a volta de D’Alessandro são exemplos do excelente trabalho chefiado por Marcelo Medeiros. O setor defensivo foi o mais reforçado, as contratações de Klaus, Alemão, Carlinhos e Neris reforçam o setor mais fraco de 2016. Porém jogadores com alto salário ou que dificilmente irão render no time atual ainda figuram no elenco de maneira inexplicável, é o caso de Anderson que treina separado da equipe e é o maior salário do elenco e Ariel que volta de lesão nos próximos dias e deverá ser negociado.

No campo, o Inter melhorou consideravelmente o seu controle de posse de bola e a sua movimentação pelo gramado, jovens vindos da base tiveram bom destaque como por exemplo o volante Charles que é a grande surpresa do ano para a torcida, o jovem tem ótima movimentação e um controle de bola invejável, além de ter uma visão de jogo que não se via a muito tempo no Beira Rio. O grande problema ainda é o setor defensivo, porém não são falhas ocasionadas por um jogador ou por falta de posicionamento, a grande falha é a recomposição, por isso o Inter sofreu 3 dos 4 gols no ano de contra-ataque, o time controla a posse com excelência mas falhou na recomposição nos primeiros 3 jogos da temporada. Algo que parece ter sido percebido por Antônio Carlos Zago e solucionado com a utilização de três volantes (Anselmo, Rodrigo Dourado e Charles) que tem ótima saída de jogo e chegam bem na área adversaria, esse esquema foi utilizado na partida contra o Fluminense pela Primeira Liga e funcionou de maneira muito boa.

O Internacional passa por uma reformulação e está fazendo isso bem, a pressão vinda por parte da torcida é grande, o futebol apresentado pelo time dentro de campo e o ótimo início da gestão Medeiros dão esperança para a torcida, não é fácil mudar um time que estava completamente destruído ao final de 2016, o começo é bom, ainda é esperado mais evoluções, porém o clube está no caminho correto.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @oOutroLeo

%d blogueiros gostam disto: