CONHECEMOS TEU VALOR! #4 – O Atletiba e o que será dos times paranaenses

Texto: Murilo Bremer

Domingo, 19 de fevereiro de 2017. Para muitos, uma data normal. Mas, para torcedores de Atlético (como eu) e Coritiba, essa data nunca mais irá passar batida. 19 de fevereiro, a data em que a dupla simplesmente bateu de frente com a Rede Globo de Televisão, a manda-chuva do futebol brasileiro, e quiçá do país inteiro. A repercussão do acontecimento tomou o país, e principalmente o estado do Paraná, que está boquiaberto, assim como eu, com a união da dupla Atletiba fora dos gramados. Um exemplo a ser seguido.

O clássico não seria transmitido da forma tradicional, e sim nas mídias sociais dos dois clubes, como YouTube e Twitter, fato que nunca havia acontecido antes, e que seria um feito inédito no futebol nacional. Sim, seria. Pois o jogo não aconteceu, por força maior da Federação Paranaense de Futebol e do sr. Hélio Cury, presidente da FPF. Senhor Hélio Cury, queria dizer que o senhor é um FANFARRÃO! Sem Atlético e Coxa sua federação e seu ruralzão não são nada, junto com o Paraná somos a força maior do estadual (com todo respeito à Londrina e a todos os outros clubes, mas verdade seja dita). Sem nós, o trio de ferro, você não é nada senhor Hélio Cury. A Federação Paranaense de Futebol está falida, já passou na hora de fechar as portas. O ocorrido de domingo foi pra abrir o olho do torcedor do todo o país (menos dos mama-pau de federação, que são beneficiados e ficam puxando saco). Estão acabando com o futebol brasileiro, torcedor.

Na noite de domingo, Hélio Cury deu entrevista para duas redes de televisões (ESPN e Esporte Interativo), e pudemos compartilhar com todo o país o que passamos com esse senhor que se diz presidente de uma federação séria de futebol. Respostas curtas, fugas de assunto e muitas outras coisas que nem precisam ser ditas aqui resumiram a entrevista deste senhor. E para iniciar provavelmente uma guerra entre dupla Atletiba x CBF/Globo, a Confederação maior do nosso futebol anunciou mudanças a partir de 2018 que nos afetam diretamente: gramado sintético não será mais tolerado no Brasileirão, medida onde o senhor presidente do Vasco, Eurico Miranda, sugeriu, e misteriosamente todos os clubes acataram sem mais nem menos. O que mais deixa engraçado isso, é que nem na Série A em 2018 o Vasco da Gama vai estar, não?

Depois de não assinarmos com a Globo e acertarmos com o Esporte Interativo os direitos de TV à partir de 2019, tanto Atlético quanto Coxa devem sofrer mais represálias “indiretas” da nossa querida CBF, então se verem dois, três pênaltis para os times do eixo Rio-São Paulo, não se assustem. É hora de união, estão acabando com nosso futebol e não podemos deixar isso acontecer. E não vamos.

SRN!

%d blogueiros gostam disto: