O jejum brasileiro na Libertadores será quebrado em 2017?

Texto: Helena Victoretti

Em 2013, O Atlético Mineiro conseguiu uma virada história na final da Libertadores contra o Olimpia e garantiu o inédito título da Libertadores, em um lotado mineirão. E essa foi a última vez que um clube brasileiro conseguiu a taça mais almejada da América.
O ano é 2017, novos tempos, novos jogadores, novas técnicas, novas regras na competição. Oito time brasileiros estão na disputa, são eles: Palmeiras, Santos, Flamengo, Grêmio, Chapecoense, Atlético Mineiro, Botafogo e Atlético Paranaense. E surge a incógnita, o jejum brasileiro na Libertadores será quebrado em 2017?

O campeonato foi estendido, vai ocorrer o ano todo e os clubes brasileiros começaram a se reforçar já em Dezembro. O campeão brasileiro Palmeiras, mesmo sem Cuca e Gabriel Jesus, manteve o elenco do ano passado e trouxe grandes reforços do Atlético Nacional: Guerra e Borja, alem de Felipe Melo, Michel Bastos, Keno, entre outros. O Flamengo trouxe o Conca e melhorou a estrutura do clube, as declarações de Zé Ricardo mostram que o clube esta focado na competição. A tão querida Chape foi totalmente renovada, conta com o técnico Vagner Macini e com o apoio da torcida da América inteira. O Santos de Dorival Jr aposta no meia Vladimir Hernandez, e trouxe reforços como Cleber e Kayque. Além do Galo, agora sem Pratto, mas com Elias, e ainda na busca de reforços.

No resumo, as equipes brasileiras estão focadas e ainda se preparando para a Libertadores. Atlético Paranaense e Botafogo tem caminhos mais complicado, mas já mostraram ter potencial para avançar na competição. Além da técnica, vale lembrar que a Libertadores é surpreendente, cômica e sempre conta o espetáculo da torcida latina. Se os times tiverem disciplina, humildade e raça, é possível que um dos 8 quebre o jejum de 4 anos. Que vença o melhor.

%d blogueiros gostam disto: