SANTÁSTICO #28 – Conheça o The Strongest, segundo adversário no caminho do Tetra

O segundo passo do caminho para o tetra campeonato da competição mais importante do continente será dado hoje(16), ás 21 horas, no estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), diante do The Strongest, time boliviano classificado graças à pontuação acumulada nas 21 edições em que os Tigres de Achumani participaram.

 

Club The Strongest em 2017 

 

O time mais tradicional do futebol boliviano têm tido atuações regulares na atual edição do Campeonato Boliviano que teve a quinta rodada completada no último fim de semana. Atuando como visitante, os Tigres derrotaram o Petrolero de Yacuiba por 1 a 0. Com a vitória o The Strongest subiu para a terceira colocação, somando quatro vitórias e uma derrota e a quatro pontos do líder, Guabira.

 

PLATAFORMA DE JOGO  

O Strongest atua no 4-4-2  variando para 4-4-1-1 com o veterano e melhor jogador do time, Pablo Escobar ditando o ritmo da circulação de bola dos bolivianos. A equipe Aurinegra é definida pelo técnico venezuelano Cesar Farias que está há dois anos no comando do clube, como uma mistura de pugilista e esgrimista.  Uma equipe que alterna com frequência o nível de intensidade. Agride como um pugilista e defende-se com movimentos rápidos e sincronizados como um esgrimista.

Como toda equipe boliviana, por ter a altitude à seu favor, o Strongest é um time que mesmo atuando fora de seus domínios, trabalha muito a inversão de jogo com o intuído de balançar as linhas adversárias e encontrar espaços pela faixa lateral. Além disso, a equipe boliviana tem uma transição ofensiva contundente, portanto, o time santista terá que estar atento para minar os contragolpes.

 

> Pontos à serem explorados

Apesar de ter uma boa transição defesa/ataque, o técnico Cesar Farias tem encontrado muita dificuldade para organizar a transição defensiva do time de La Paz, que é lenta e costuma deixar o time bem espaçado.  Sem contar a baixa estatura dos defensores que faz com que a bola parada seja uma boa alternativa.


Análise

Além do meia Pablo Escobar, o externo Alejandro Chumacero e o uruguaio Matias Alonso são jogadores que ofereceram algum perigo a defesa santista. Chumacero têm sido o jogador com mais destaque na equipe. O atacante, já acumula seis gols na libertadores e têm ganhado destaque atuando adiantado à frente das duas linhas e quando necessário, invertendo o posicionamento com Escobar. O time da Bolívia tem um plano de jogo consistente já que há dois anos o elenco é o mesmo, no entanto, os inúmeros problemas defensivos deverá pesar à favor do rápido ataque do Alvinegro que a base de troca de passes, não terá problemas para encontrar espaços entre as linhas do Strongest. Além disso, o Santos é um time que tem um maior repertório de jogadas e variação de jogo, fato que deverá facilitar caso a equipe santista tenha que superar alguma adversidade.

Prováveis escalações 

SANTOS: Vladimir, Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato e Thiago Maia; Vitor Bueno, Lucas Lima e Bruno Henrique; Ricardo Oliveira. Téc: Dorival Júnior
The Strongest: Daniel Vaca, Diego Wayar, Marvim Berjarano, Fernando Martelli e Diego Bejarano; Luis Maldonado, Augustin Jara, Raúl Castro e Pablo Escobar; Alejandro Chumacero e Matias Alonso. Tec: Cesar Farias

Arbitragem: Néstor Pitana(arbirtro), Hernán Maidana(aux 1) e Juan Pablo Belatti(aux 2)

 

Andherson Oliveira

Santista, 22 anos, estudante de jornalismo e apaixonado por Futebol :)

%d blogueiros gostam disto: