HOSPÍCIO #101 – 1977 eternamente dentro dos nossos corações

1977, um ano que jamais será esquecido pela Fiel torcida. Ano em que o Corinthians saiu da fila e mostrou sua força. 40 anos depois, todos os sentimentos e nostalgia voltam à tona.

O Paulistão de 1977 foi emblemático. Não só pelo título, mas por todo o período de 23 anos de fila pelo qual o Corinthians e a torcida passaram. Neste período foi, proporcionalmente, a época que a torcida mais cresceu, o que é motivo de orgulho, visto que a Fiel sempre diz que não vive de títulos, e sim de Corinthians. Fora isso, o Paulistão era o campeonato mais importante que os paulistas disputavam na época. O campeonato brasileiro não tinha a expressão de hoje e a Libertadores só tinha 17 anos de existência. Portanto, o título de 77 foi de suma importância, diferentemente do que as torcidas rivais falam, e até desprezam, de acordo com a perda de relevância do estadual nos dias de hoje.

Enfim, eu não era nascido em 1977. Escrevo de acordo com as histórias que ouço na televisão e de outros torcedores, vivos na época. Em um ano em que Jadson voltou para a usar a 77, o Corinthians reviverá este ano, na final do campeonato paulista contra a Ponte Preta. Que o resultado seja o mesmo, e que a nostalgia do ano da década de 70 esteja para sempre dentro dos nossos corações. Vai Corinthians.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: