Maiores erros de arbitragem do futebol brasileiro

Texto: Lucas Lima

Umas das maiores reclamações de torcedores no futebol, são os erros de arbitragem. Vamos relembrar alguns deles, que até hoje não tem explicação.

  • O ano é de 2009 e o erro foi no primeiro jogo da final do Campeonato Cearense. O árbitro Carlos Eugenio Simon marcou um pênalti absurdamente inexistente a favor do Ceará. Livrando um pouco a barra de Simon, Guto voltou a colocar o Fortaleza em vantagem. Na partida de volta, o Leão do  Pici segurou o empate em 1 a 1 e comemorou um título Estadual.

  • O ano é de 1995, final do campeonato Brasileiro, Santos x Botafogo. O torcedor santista até hoje tem ódio do árbitro Márcio Rezende de Freitas, que invalidou um gol legal de Camanducaia no segundo tempo. Seria o gol do título. Naquele ano, o Botafogo comemorou o seu único título brasileiro. O jogo acabou em 1 a 1

  • O ano é de 1973, final do Campeonato Paulista, Santos X Portuguesa. Os dois times empatarem sem gols no tempo normal e prorrogação. A decisão acabou indo para os pênaltis. O Santos converteu duas das três cobranças. A Portuguesa desperdiçou as três que bateu, porém, o árbitro Armando Marques esqueceu que os dois times tinham mais duas cobranças a serem feitas e encerrou a partida declarando o Peixe como campeão. Percebendo o equívoco, a Federação Paulista de Futebol anunciou que os dois times teriam o título dividido.

  • O ano foi de 1998, semifinal do Campeonato Paulista, Corinthians X Portuguesa. 1998 foi um ano muito complicado para a arbitragem paulista. Preocupada com os sucessivos erros, a Federação Paulista de Futebol importou árbitros gringos no Estadual. O argentino Javier Castrilli foi o escolhido para apitar uma das semifinais. A Lusa e o Timão por 2 a 1, placar que naquele momento a colocava na decisão. No entanto, nos acréscimos do segundo tempo, Castrilli inventou um pênalti para os alvinegros. O árbitro interpretou que o zagueiro César interceptou cruzamento com a mão dentro da área.

 

Erros que consistem até hoje no futebol brasileiro, e no futebol internacional. Algo que precisa ser mudado urgente, antes que, acontece algo mais sério dentro de campo. Você lembra de outros absurdos de arbitragem no Brasil? Escreve aí nos comentários para fazermos uma parte 2!!

%d blogueiros gostam disto: