Por que públicos tão baixos nos estaduais?

A média de público no estaduais está cada vez mais baixa. Um exemplo claro disso é o Campeonato Paulista. Em 2017, a média de público é de 8.844 pagantes. Ainda pior, é o Campeonato Carioca, que tem em média 3.156 pagantes.

Tudo isso deve acontecer por um motivo, não pode ser banal, ainda mais que vivemos no “PAÍS DO FUTEBOL”. Então, por que esses públicos tão baixos?

Tomando o Carioca como exemplo, um motivo a favor desse baixo interesse do público  vem do fato de ser um campeonato muito bagunçado. Isso mesmo, até jogadores deram entrevistas dizendo que mantém o foco nos jogos, mas sem entender muito das coisas que acontecem, como por exemplo os jogadores Sassá (Botafogo), Réver (Flamengo), Diego Cavalieri (Fluminense). Seja pela péssima administração da sua Federação (FERJ) ou pelo regulamento atrapalhado, o torcedor acaba por não dar muita importância à competição e deixa de ir aos estádios.

Outro motivo seria, que muitos acham que o campeonato está servindo mais para complicar o ano de seus times, carregando com muitos jogos e fazendo com seu time perca o foco nas principais competições. Os calendários ficam bastante apertados, times jogando dois jogos no mesmo dia – como aconteceu com a Chapecoense e com o Joinville, que tiveram jogos pelo Estadual e pela Primeira Liga.

Além disso ainda temos as questões financeiras. O torcedor, justamente por essa quantidade enorme de jogos, não têm condições de bancar ingressos tão caros, e muitas vezes, para jogos tão desinteressantes. Um jogo de Campeonato Estadual ter ingressos a mais de 50 reais é um completo absurdo e desrespeito ao torcedor.

Vendo isso tudo a pergunta que nos fica “martelando” a cabeça, seria SÃO NECESSÁRIOS OS ESTADUAIS? É um caso a se pensar, a se parar, refletir. É preciso que sejam encontradas soluções para que ao invés de prejudicar, os estaduais possam ajudar os clubes brasileiros.

%d blogueiros gostam disto: