Backcourt NBA – Os dilemas do NY Knicks

Enquanto os playoffs estão pegando fogo na NBA, muitas franquias que já foram eliminadas tem a dura missão de entender seus problemas e encontrar soluções. Algumas estão decepcionando seus torcedores há tanto tempo que já nem sabem por onde começar. Entre elas está uma das equipes mais emblemáticas da NBA, mas que se parece bem perdida nesse século: o NY Knicks.

Sou um daqueles que começou a assistir a liga nos anos 90, dominda pelo Chigado Bulls de Michael Jordan. Mas os Knicks sempre tiveram um time forte na década, chegando aos playoffs e sendo, de certa maneira, temido por seus adversários. Embates históricos contra o Indiana Pacers de Reggie Miller ficam sempre na memória de quem viveu essa época. Mas o tempo passou e a única glória que os Knicks podem ostentar é mandar os jogos no ginásio que considerado o templo do basquete mundial, o Madison Square Garden, e acompnhar os grandes jogadores adversários com atuações épicas em sua casa.

Para se ter uma idéia, nesse século, o NY Knicks tem 7 vitórias em pós-temporada. O Seattle Supersonics, equipe que deixou de existir em 2008 quando a franquia migrou para Oklahoma, tem 8. Passou da hora dos Knicks voltarem a ser fortes novamente.

E as críticas são muitas. Phil Jackson, um dos maiores treinadores da história da NBA, desde que assumiu a presidência operacional da franquia tem feito escolhadas no mínimo duvidosas. Não a toa, Scottie Pippen, que foi seu jogador na época do Chicago Bulls, falou que Jackson em NY ainda não deu certo e não tem certeza que isso ocorrerá em breve. Para essa temporada apostou suas fichas em dois jogadores que estavam em clara decadencia técnica e física: Derrick Rose e Joakim Noah. Embora o primeiro já tenha sido MVP da liga e o segundo melhor defensor, as últimas temporadas da dupla no Chicago Bulls mostrava várias lesões e pouca produtividade enquanto estavam em quadra. O projeto Carmelo Anthony em NY também não deu certo e já há conversas de possíveis trocas do melhor jogador da equipe na última temporada, o gigante letão Porzingis.

São vários dilemas que precisarão ser resolvidos na Big Apple nessa off season. Resta saber se Phil Jackson será capaz de solucioná-los.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: