CLUBE DO POVO #17 – Choque de realidade

Após o encerramento da primeira rodada da Série B, a torcida colorada ficou com a impressão de que o torneio seria fácil, vitória tranquila e boa atuação fora de casa contra o Londrina, logo na sequencia o Inter realiza boa partida contra o fortíssimo Palmeiras fora de casa pela Copa do Brasil, mesmo com a derrota o time voltou a Porto Alegre motivado, só que veio a ducha de água fria, empate contra o ABC dentro do Beira Rio.

Testando um novo esquema, Antônio Carlos Zago arriscou um time formado com 3 atacantes, William Pottker, Nico Lopez e Marcelo Cirino, deixando o meio campo com poucos integrantes, apenas D’Alessandro na armação com Gutierrez e Rodrigo Dourado atrás do argentino. Deu certo em partes na primeira etapa, onde a equipe pressionou e além do seu gol ainda perdeu muitas oportunidades, porem deu muito errado na segunda, onde o time não mantinha a mesma pressão e sofria com um buraco enorme entre a linha de meio e os atacantes. Zago demorou a perceber o erro e isso abriu espaço para o ABC criar as suas chances e conseguir um excelente empate fora de casa.

Pottker deixou a sua marca na estreia

Não foi apenas na parte ofensiva que o colorado foi mal, novamente a defesa foi vazada. A dupla Victor Cuesta e Léo Ortiz se consolidaram como titulares no ano, Cuesta demonstra grande experiência e é um zagueiro de alta qualidade, já Ortiz que teve ótimo início de ano passa por uma fase horrível, se demonstrando inseguro algumas vezes, falhou no gol marcado por Adriano Pardal para o ABC e havia feito contra a sua meta na partida do meio de semana enfrentando o Palmeiras. O lateral Willian é outro que vem tendo atuações bem abaixo do esperado, o atleta já tem contrato com o Wolfsburg da Alemanha e sairá na metade do ano.

O esquema com 3 atacantes não funcionou

Para os que achavam que a Serie B seria tranquila e que o Inter teria facilidade, a partida contra o ABC foi um choque de realidade, segunda divisão é algo complicado e o colorado deve ter muito cuidado para não sofrer com consequências no final do torneio. Pensando por um lado, até que o empate foi bom para o Inter colocar a cabeça no lugar.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @isentoever

  • Ely Ricardo Siqueira

    Internacional pegou um Londrina ainda em formação, teve jogador que chegou dois dias antes do jogo, mal treinou. Mesmo assim, até o pênalti infantil do França o LEC dominava o jogo. O fato é que o Inter, obvio, tem o melhor elenco e tem tudo para subir , porem, esse primeiro jogo nem é de longe a realidade que o time encontrará no campeonato….a campeonato será duro com resultados apertados, não se enganem ….

%d blogueiros gostam disto: