ESPECIAL CHAMPIONS LEAGUE – O maior confronto entre Juventus e Real Madrid

Juventus e Real Madrid já se encontraram 19 vezes na história, mas nenhum foi mais importante do que a final da UEFA Champions League da temporada 1997-98, duelo de grandes esquadrões, de um lado Zidane, Del Piero, Deschamps e Inzaghi; do outro Raul, Seedorf, Redondo e Morientes. A Juventus bicampeã da Champions havia ganho seu segundo título poucos anos antes, em 95-96, já o Real Madrid hexa campeão passava por uma seca, não vencia o maior torneio de clubes desde a temporada 65-66.

A Juve chegava a final após passar pelo Monaco com o placar de 6 a 4 no agregado, enquanto o Real conseguiu a vaga na finalíssima depois de vencer o Borussia Dortmund pelo placar de 2 a 0 no agregado. A equipe italiana foi a primeira a chutar em gol, finalização de fora da área de Deschamps para defesa de Illgner, e seguiu na pressão.

Del Piero criou outra boa oportunidade onde Roberto Carlos apareceu para salvar a meta madridista, após isso o Real reage e arrisca Mijatovic para defesa tranquila de Peruzzi, o jogo tinha início sonolento. Zidane teria boa oportunidade apenas aos 12 minutos, finalizando para fora em um lance onde a bola pipocou na área em cobrança de falta. Hierro em seu estilo de cobranças de falta chutaria para defesa do goleiro da Juve aos 18 minutos, sem levar tanto perigo, só que a falta gerou um escanteio onde o Real quase marcou com o atacante Mijatović. Ainda na primeira etapa, Raul perderia a grande chance da partida até aquele instante, Mijatović arranca pela esquerda e cruza para o ídolo madrilenho completar para fora.

A segunda etapa teve início movimentado, com reclamações de pênalti e confusões dentro da área, mas sem grandes oportunidades de gol, tendo na Juventus as melhores chances e desperdiçadas ou parando no goleiro madrilenho, e assim o jogo se encaminhou até que no minuto 21 Roberto Carlos cruza com força, a bola desvia e sobra para Predrag Mijatović que dribla Peruzzi e manda para o fundo das redes, abrindo assim o placar da grande final, 1 a 0 Real Madrid. Ainda teria tempo para Davids e Inzaghi perderem gols claros para a Juventus, porém nada tirou o título de Madrid e o Real quebrava uma sequência gigante sem levantar a orelhuda e conquistar a “La Séptima”.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @oOutroLeo

%d blogueiros gostam disto: