ESPECIAL CHAMPIONS LEAGUE – Os brasileiros da decisão

Nos grandes palcos do futebol, sempre fomos agraciados em ver os brasileiros em campo. Nossas estrelas sempre encantaram com dribles, gols e futebol bem ofensivo. Mas na final da Champions League, os brasileiros presentes são defensores, e comentamos um pouco sobre cada um de Juventus e Real Madrid.

 

NETO

Neto saiu do Atlético Paranaense em 2010 para a Fiorentina e só passou a ser titular na temporada 2013/14, fazendo boas atuações, despertando interesse da Juventus e integrando a seleção brasileira durante a Copa América. Só chegou a Juve na temporada passada para a reserva de Buffon, fez 3 partidas como titular. Nessa temporada, ele soma 8 partidas jogadas pela Série A. Óbvio que a chance do brasileiro jogar é mínima, Buffon teria que se machucar para isso. E convenhamos, seria trágico para o goleiro italiano numa temporada excelente uma lesão nesse momento de consagração, que pode ser fechado com uma grande consagração.

ALEX SANDRO

Também revelado pelo Atlético Paranaense e da mesma safra do goleiro Neto, permaneceu por duas temporadas no Sul e rumou ao Santos em 2010, naquele time como Neymar, Ganso, Marquinhos, André Balada, etc. Chegou ao Porto no meio do ano e foi conquistando seu espaço aos poucos. Foi campeão por lá e foi vendido a Juve na temporada passada. Não chegou com status de titular, mas foi paciente para tomar uma vaga que estava indefinida na equipe italiana, que tinha Evra como principal opção, mas o francês já vem em final de carreira. Hoje, Alex Sandro é peça chave no esquema de sua equipe, bom defensor e apoia muito bem.

DANIEL ALVES

Dispensa a leitura do currículo multicampeão e prova o quanto o Barcelona estava errado com sua saída. Dani é da base do Bahia e foi para a Europa jogar no Sevilla em 2002 baratinho. Titular absoluto, campeão da Europa League e tudo mais, o brasileiro saiu para o Barça em 2008, já dono da lateral catalã. Virou ídolo por lá também e foi injustiçado na temporada passada. Bom para a Juventus, que recebeu um dos melhores laterais do mundo (há quem diga o melhor da posição) e de graça. Daniel vive excelente fase, o que não se esperava tanto assim, e foi decisivo nos últimos jogos da Juventus. Tem vaga garantida na final da competição que já levou três vezes.

DANILO

Esse não vive boa fase e a torcida não tá muito satisfeita com o brasileiro. Danilo iniciou no América Mineiro e foi ao Santos em 2010, mesma época de Alex Sandro, já citado. Rumou ao Porto em 2012 e passou a ser titular na temporada seguinte. Fez boas atuações, sempre regular em Portugal e despertou interesse dos grandes europeus, fechando com o Real Madrid na temporada passada pra brigar por posição com Carvajal, que não passava confiança. Chegou bem ao clube, a frente do espanhol. Mas o espanhol acabou sendo incentivado e ganhou a posição, colocando o brasileiro na reserva, que muitas vezes foi improvisado no meio-campo ou na lateral esquerda. Danilo hoje sofre com a desconfiança de todos e será difícil sair jogando na final, a menos que Carvajal não participe da decisão.

CASEMIRO

Casemito? Excelente temporada do brasileiro. Revelado pelo São Paulo, teve altos e baixos no clube, com problemas de ego principalmente, e não saiu nos melhores ares do time do Morumbi. Arrumou uma vaga no time B do Real e foi conquistando aos poucos sua chance no principal, que aconteceu no final da temporada 2012/13. Passou a temporada seguinte na reserva e foi emprestado Porto. Se adaptou muito bem e virou titular absoluto da equipe portuguesa, voltando ao Real por cima na temporada 2015/16. Impressionante como evoluiu bem o brasileiro na Europa, um dos melhores na posição. Hoje é peça fundamental no sistema da equipe de Madrid e do Brasil e tem presença garantida na final.

Casemiro em golaço contra o Napoli

MARCELO

“Marcelo possui uma qualidade técnica melhor que a minha”, disse Roberto Carlos. Marcelo surgiu em 2005 no Fluminense e foi contratado pelo Real Madrid 2007, num projeto dos espanhóis para contratar jovens jogadores que tinham potencial.  Da temporada 2007/08 em diante, o lateral sempre teve o status de titular da equipe e tem um vasto currículo. Em 2010 não foi à Copa por problemas com o técnico Dunga, e fez bastante falta com Michel Bastos improvisado. Marcelo enfrentou também problemas com Mourinho, quando tinha Fabio Coentrão como sombra, sofria com lesões e não vivia boa fase técnica em 2013. Mas tirou isso de letra e é, hoje, o melhor do mundo na posição.

Marcelo já marcou em um final de Champions

Igor Paulinelly

20 anos, estudante de engenharia e natural de Currais Novos/RN. São-paulino e amante do futebol desde Brasil vs Costa Rica às 3 da manhã em 2002. Social: @igorpaulinelly

%d blogueiros gostam disto: