Guia de Roland Garros: dos favoritos aos azarões, um Slam nada previsível

O segundo Grand Slam da temporada do tênis se inicia neste domingo (28), nas quadras de terra batida, em Roland Garros, na França.

Com a grande ausência de Roger Federer, e as más atuações dos grandes favoritos ao título, ficou cada vez mais difícil prever algo que possa vir acontecer nessas próximas duas semanas.

A começar pelo atual líder do ranking e número 1 do mundo, Andy Murray, que viver uma trágica temporada até então.

Com apenas um título no ano (ATP 500 de Doha), o britânico ainda caiu precocemente nos Masters 1000 de Indian Wells, Monte Carlo, Madri e Roma, sequer chegando no mínimo as quartas em um deles. Na casa de apostas, Murray é apenas o 5º favorito ao título e terá que jogar muito nos próximos dias para almejar algo maior.

Djokovic e Murray
Já o número 2 do Mundo, Novak Djokovic, também atravessa por uma fase ruim. O sérvio tem apenas um título em 2017 (ATP 250 do Doha), e acumulou fracassos nos Masters 1000 de Indian Wells (8ªs) e Monte Carlo (4ª). Pouco dias atrás, Nole ficou com o vice-campeonato em Roma, na Itália, após ser superado por Alexander Zverev. Nole que é o 2º na casa de apostas favorito ao título, chega acompanhado de seu novo treinador Andre Agassi e com isso as coisas podem melhorar em Paris.

O cabeça de chave número 3 Stan Wawrinka, também não vive uma fase nada boa nas últimas semanas. Na gira pela Europa, o suíço em três Masters 1000 que disputou no saibro, obteve duas vitórias e três derrotas, porém, todos sabemos que Wawrinka e Grand Slam, são palavras que se encaixam perfeitamente, e ele pode vir a surpreender novamente, assim como em 2015, quando foi campeão. Na casa de apostas, Stan é cotado como o 3º favorito ao título.

O grande favorito até então é Rafael Nadal, que busca o decacampeonato. Além do mais, o espanhol foi premiado com uma chave tranquila até no mínimo a 3ª rodada, e isso pode influenciar muito na 2ª semana perante aos outros jogadores. Sem dúvida, é o que vem jogando melhor dos quatro primeiros do ranking, e já venceu três torneios no saibro só esse ano (Os Masters 1000 de Monte Carlo e Madri, junto com o ATP 500 de Barcelona). Nadal é o favorito ao título nas casas de apostas.

OS BRASILEIROS
 O sorteio foi generoso com os brasileiros na 1ª rodada de Roland Garros. Os três tem jogos medianos, e claras chances de ir avançar no torneio. Abaixo os jogos:
– Thomaz Bellucci (BRA) x Dusan Lajovic (SRB)
– Thiago Monteiro x Alexandre Muller (FRA)
– Rogerio Dutra x Mikhail Youzhny (RUS)

OUTROS NOMES FORTES QUE PODEM PINTAR 
Como de costume, nomes não tão conhecidos costumam pintar em Grand Slams. Em RG por exemplo, temos quatro nomes que podem surpreender e chegar mais longe do que o esperado. A começar pelo cabeça de chave número 6, Dominic Thiem, que é o 4º favorito ao título, a frente de Andy Murray, e que já venceu Rafael Nadal no saibro neste ano no Masters 1000 de Roma. Outro nome forte é Alexander Zverev, o alemão vem jogando muito bem nas últimas e semanas e incrivelmente com apenas 20 anos conquistou o Masters 1000 de Roma ao derrotar Novak Djokovic na final.
 
OS AZARÕES
Considerando que o quadrante de cima, que contem Andy Murray e Stan Wawrinka bastante inconstantes, podemos ver alguns azarões neste lado da chave, tais como o argentino Juan Martín Del Potro, ou o australiano Nick Kyrgios.

Na chave debaixo, a que estão Rafael Nadal e Novak Djokovic, o uruguaio Pablo Cuevas pode ser a grande surpresa caso possa jogar seu melhor tênis, e incomodar grandes favoritos.

A quem possa interessar, o canal Band Sports tem totais direitos do torneio de Roland Garria, e fará uma cobertura completa durante as próximas duas semanas.

Matheus Guedes

17 anos, apaixonado por futebol e torcedor do Santos Futebol Clube. Sempre ligado na NBA, fã do Oklahoma City Thunder. Por fim, amante do tênis, torcedor do britânico Andy Murray. No twitter @maatiiee

%d blogueiros gostam disto: