GUIA DO BRASILEIRÃO 2017 – Parte 1

Vem aí o Campeonato Brasileiro! Visando te deixar preparado para a competição fizemos um guia apresentando as equipes, seus principais pontos fortes e fracos, time-base e o que esperar delas no Brasileirão.

Nessa primeira parte falaremos do Atlético/GO, Atlético/MG, Atlético/PR, Avaí e Bahia.

ATLÉTICO GOIANIENSE

Ano de fundação: 1937
Estádio: Serra Dourada ou Olímpico
Treinador: Marcelo Cabo
Posição em 2016: 1º (Série B)
Principal jogador: Walter
Time-base: Kléver; Eduardo, Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão, Betinho e Jorginho; Walterson, Junior Viçosa e Walter.
Palpite: briga para não cair
Comentário: O Atlético/GO fez uma boa campanha ano passado, subindo como campeão da Série B. No entanto, o time não contratou bons reforços e sequer chegou a final do Campeonato Goiano. O treinador do “Mim Acher” no início do ano, Marcelo Cabo, terá que fazer muitos #descubras para livrar o Dragão de uma campanha ruim.

ATLÉTICO MINEIRO

Ano de fundação: 1908
Estádio: Independência
Treinador: Roger Machado
Posição em 2016: 4º
Principal jogador: Robinho
Time-base: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel (Felipe Santana) e Fábio Santos; Adílson, Rafael Carioca e Elias; Otero, Robinho e Fred.
Palpite: briga pelo título
Comentário: Apesar de um início de ano um pouco irregular, o Atlético Mineiro tem muita qualidade e vem encontrando o esquema correto para o seu elenco nos últimos jogos. Roger Machado é um grande treinador, conta com um grande elenco e jogadores como Elias, Fred e Robinho em ótima fase.

ATLÉTICO PARANAENSE

Ano de fundação: 1924
Estádio: Arena da Baixada
Treinador: Paulo Autuori
Posição em 2016: 6º
Principal jogador: Thiago Heleno
Time-base: Weverton; Jonathan, Thiago Heleno, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho, Nikão, Felipe Gedoz e Pablo; Eduardo da Silva (Grafite).
Palpite: briga pela Libertadores
Comentário: O Furacão está se acostumando a surpreender e sempre brigar por uma vaga na Libertadores. A equipe comandada por Paulo Autuori tem entrosamento e muita qualidade. No primeiro semestre, mesclou muitas vezes com a equipe sub-23 para priorizar a Libertadores. No Brasileirão deve jogar com força máxima e é muito perigoso jogando dentro de casa.

AVAÍ

Ano de fundação: 1923
Estádio: Ressacada
Treinador: Claudinei Oliveira
Posição em 2016: 2º (Série B)
Principal jogador: Marquinhos
Time-base: Kozlinski; Leandro Silva, Betão, Fagner Alemão e João Paulo; Luan, Judson e Marquinhos; Romulo, Denílson e Júnior Dutra.
Palpite: briga para não cair
Comentário: Apesar de ter ido um início de ano empolgante, com boa campanha na primeira fase do Catarinense, o Avaí caiu muito dentro da própria competição. O time tem jogadores muito irregulares e costuma não se dar bem longe da Ressacada.

BAHIA

Ano de fundação: 1931
Estádio: Fonte Nova
Treinador: Guto Ferreira
Posição em 2016: 4º (Série B)
Principal jogador: Régis
Time-base: Jean; Eduardo, Tiago, Jackson (Lucas Fonseca) e Armero; Renê Júnior (Juninho), Edson e Régis; Allione, Zé Rafael (Gustavo) e Edigar Junio.
Palpite: fica na intermediária
Comentário: Com um time que mescla experiência e juventude, além de jogadores muito velozes e em boa fase, o Bahia não deve correr muitos riscos no campeonato. A principal ausência no início da competição será o atacante Hernane, lesionado, que só deve voltar a jogar em agosto.


PARTE 2 | PARTE 3 | PARTE 4

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: