Os holofotes podem atrapalhar o futuro de Vinicius Jr. como jogador?

Texto: Bianca Ramos

Vinicius Junior, jogador de 16 anos que surgiu nas categorias de base do Flamengo, é a mais nova promessa do futebol brasileiro e mundial. Os holofotes estão todos apontados para o garoto, mas seria essa fama precoce e repentina prejudicial para o futuro do jogador?

Antes mesmo de ser promovido ao time principal do Flamengo, Vinicius despertava interesse de grandes clubes europeus. Destaque na Copa São Paulo de Futebol Junior e no Sul-americano sub-17, o garoto foi vendo ao Real Madrid por €45 milhões e se tornou a transação mais cara na história do futebol brasileiro.

A fama já na juventude é comum no futebol. No Brasil, tivemos casos de sucesso como o do “não mais” menino Neymar, craque que surgiu na base do Santos e que, com seu futebol envolvente e habilidoso, conquistou uma vaga na equipe do Barcelona, jogando ao lado de ícones do futebol mundial, como Lionel Messi e Suárez. Neymar soube lidar com a fama precoce e não se deixou levar pelos holofotes, jogou seu futebol e conquistou grandes feitos no esporte.

O caso mais recente antes de Vinicius foi o de Gabriel Jesus, que veio da base do Palmeiras e, após boa campanha na temporada de 2016, foi chamado para defender o Manchester City, da Inglaterra.

Lidar com a fama precoce é uma tarefa difícil. Alguns jogadores jovens, que estão buscando seu espaço dentro de equipes profissionais de futebol, não possuem a cabeça no lugar e, quando a fama chega, se deixam levar pela soberba e o futebol acaba desaparecendo.  Mas é algo relativo, que vai desde à criação do jogador até o seu psicológico, realizando seus sonhos com calma e celebrando as conquistas pouco a pouco.

Que o menino Vinicius Junior tenha muito sucesso na Europa, os torcedores do brasil inteiro torcem pela continuidade positiva da carreira dele e que nosso país possa revelar cada vez mais talentos, tornando o nosso futebol mais bonito, criativo e habilidoso.

%d blogueiros gostam disto: