QUEREMOS A COPA #3 – A hora é de mobilização!

Após uma derrota, qual seria a maneira mais normal e sensata de se fazer ? Bem, em minha opinião a resposta é trabalho! . Quero deixar claro que não sou contra dar uma folga para os jogadores, entretanto, dependendo da situação que o clube vive e o contexto atual, dois dias de folga é demasiado. Não estou insinuando que é necessário fazer um treinamento coletivo e exaustivo, pelo contrário, poderia apenas reunir os atletas e conversar. Às vésperas da estreia no Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil, somado a eminente vaga para as Oitavas da Copa Libertadores da América, o Grêmio deu uma “mini férias” para seu treinador e para o elenco. O grupo desembarcou na quinta feira no Aeroporto Salgado Filho e trabalhou durante a sexta feira, ganhando folga no fim de semana e retornando apenas na segunda, assim como o técnico Renato Portaluppi que foi a ausência no último treino. Na situação do Grêmio, é uma total falta de foco e critério essa iniciativa de liberar o elenco.

Edílson voltou a treinar e está a disposição para o jogo contra o Botafogo.

A primeira medida a tomar seria unir o grupo, conversar, discutir, observar os erros da partida e corrigi-los. O fato é que o Grêmio ainda não convenceu em 2017, é verdade que tem muitos jogadores machucados, contudo, o time deveria apresentar um melhor futebol. O Tricolor enfrenta uma maratona de jogos nesse mês, com compromissos pelo Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. Portaluppi precisa preparar o time e fazer a equipe evoluir, buscar novas estratégias e formações táticas. Alguns jogadores estão voltando do departamento médico como por exemplo o Edílson, Beto da Silva e Gastón Fernandez. Em contrapartida, o capitão Maicon segue fora. O elenco do Grêmio é superior sem dúvidas ao do ano passado, no entanto o time precisa de mobilização e concentração nas partidas, principalmente no segundo tempo. A atuação da equipe esse ano é bem mais modesta e instável, não só pelos problemas físicos, mas também anímicos.

 

%d blogueiros gostam disto: