RECANTO DA COLINA #10 – Tá difícil até de sonhar com um futuro decente

Não é novidade que está difícil ser Vasco atualmente. O clube em si é mal administrado por pessoas que se acham donas do nosso time. No momento em que se encontra o nosso Gigante da Colina, fica complicado até para aquele torcedor, que é iludido por natureza, sonhar com dias melhores. Isso porque não há qualquer tipo de evidência de um futuro digno da grandeza do Vasco. Principalmente após a atuação lamentável ontem, diante do Palmeiras.

O Vasco está numa draga tão grande que até aquele sujeito mais otimista olha para o time com desconfiança. Olha com descrença de uma situação melhor a partir de agora. E olha com medo! Medo de começar tudo de novo, medo de ver seu time naquela situação incômoda de frequentar a parte de baixo da tabela. Estamos receosos de ver o Club de Regatas Vasco da Gama se transformar num (com todo o respeito) Santa Cruz ou Paraná – times que já foram grandes e hoje amargam divisões inferiores do futebol brasileiro.

Estamos com medo! E o que a diretoria faz para apaziguar a situação? Se esconde, se encolhe. A mesma que disse que o Vasco “iria para as cabeças” não dá uma satisfação sequer após uma derrota acachapante dessas. Somente Milton Mendes deu as caras, elogiando um elenco comprovadamente fraco e sem forças. Fora ele e os jogadores… Ninguém! Tomam 4 gols no primeiro jogo do campeonato mais importante (e único) do Vasco no ano e não se vêem no direito de dizer um simples “desculpe-nos” para o torcedor fanático pelo nosso Gigante da Colina.

Falando em Milton Mendes, confira essa fala do nosso técnico: “Quem vê o placar de 4 a 0 pensa que foi um atropelo. Vocês viram que não foi. Todo mundo vai se lembrar do 4 a 0, mas não jogamos mal.”

PELO AMOR DE DEUS! Não existe lugar na Terra em que você toma 4 gols e sai tranquilo dizendo que o time JOGOU BEM! Isso não existe! Foi uma catástrofe! Algo horroroso! Difícil de assistir! Nenê morto, Luís Fabiano não tocava na bola, Douglas Luiz – o melhor do jogo – perdendo gol de cara e Henrique péssimo defensivamente na hora de marcar Borja. Jomar um desastre, nem é preciso falar. O Vasco foi RIDÍCULO! E não há torcedor mais otimista que veja um 4 a 0 e consiga tirar boas lições da partida.

Convenhamos, a culpa não é do Milton Mendes. Tampouco do Jomar, apesar das ridículas falhas. Se é que temos que arrumar um culpado pela fase tenebrosa em que se encontra o Vasco, os nomes já são certos: Eurico Miranda Pai, Eurico Miranda Filho e Anderson Barros. Os 3 são os principais que formam a cúpula que monta o elenco vascaíno. Fracos! Sem conhecimento de planejamento. Mandam Rodrigo embora sem ter ao menos um substituto planejado e depois ficam assim, montando time às pressas e contratando qualquer um que vêem.

Como eu mesmo já disse na edição #8 do ‘Recanto da Colina’ – nosso cantinho aqui no HTE Sports – Anderson Martins até pode ser contratado, mas pelo amor de Deus, torcida vascaína, não se iluda com este jogador. 99% acha que verá o de 2011 de volta, contudo (não é querendo frear tua esperança, torcedor) o Anderson já está 6 anos mais velho e estava jogando no magnífico campeonato do Qatar. Portanto, precisará pegar ritmo de jogo, condição física… Ou seja, a mesma conversa que temos sobre o Luís Fabiano. Já Paulão e Breno… Comecem a orar!

No mais, basta voltar lá atrás, final da Mercosul 2000! O Vasco, em pleno extinto Palestra Itália, toma 3 gols no primeiro tempo de jogo. Muito torcedor (inclusive meu avô, vascaíno roxo) foi dormir triste ainda no intervalo da partida, achando que a situação era irreversível. Quem dormiu acordou no dia seguinte e levou um susto: o Gigante virara para 4×3 na casa do Palmeiras. Bateu, claro, o arrependimento: “Por que eu fui dormir?” Por que eu não assisti ao jogo inteiro?”. 17 anos depois e… o Vasco leva 2 gols no primeiro tempo do mesmo Palmeiras em sua nova casa, o Allianz Parque, e, no segundo tempo… Leva o terceiro gol ainda no início e não rascunha qualquer tipo de reação, só leva o quarto gol tempo depois. Não é normal! Estão matando o Club de Regatas Vasco da Gama. Uma morte fria, lenta e dolorosa para seus adeptos. Dá vontade de chorar!

 

GIGANTE desde 1898! #PopularSemSerPopulista

Siga: @Igor_Calazans | Nós nos vemos em São Januário!

– Saudações Vascaínas!

Foto do título da matéria: Divulgação/Flickr oficial do Vasco

%d blogueiros gostam disto: