Finais da NBA – Golden State Warriors é campeão da NBA

O improvável não aconteceu, o Golden State Warriors vence por 129 a 120 e é campeão da NBA pela 3ª vez. O Cleveland Cavaliers tentou encostar no placar durante quase toda a partida, porém Kevin Durant estava jogando um basquete de outro mundo. O ala liderou a equipe durante toda a partida e terminou o jogo com incríveis 70% de aproveitamento em quadra.  

O JOGO

O primeiro quarto foi uma resposta dos Cavs de que haviam esperança, apesar de Kevin Love sofrer com faltas, os visitantes iniciaram a partida de forma agressiva, tanto na defesa quanto no ataque. Destaque para LeBron James, sempre tomando a iniciativa ofensiva de Cleveland. Já o Golden State Warriors se aproveitou da agressividade defensiva para pontuar através de faltas do adversário, sempre encostando do placar. Contudo, o momento do primeiro-quarto era dos visitantes, liderando o placar por grande parte do tempo até que apareceu o divisor de águas.

Na segundo quarto os reservas dos Warriors mostraram o porquê de serem a diferença dessa série, descansando seus titulares e oferecendo perigo para Cleveland. Após o descanso, os titulares retornaram para a metade do segundo quarto com uma chuva de bola de 3 pontos. Abusando também dos contra-ataques, os Warriors tomaram a dianteira do placar e abriram até 17 pontos contra o adversário. Após o susto, J.R.Smith auxiliou os Cavaliers a ir perdendo por “apenas” 11 pontos para o vestiário.

VOLTA DO INTERVALO

Retornando do vestiário, Cleveland apostou na receita do primeiro quarto, ataque e defesa agressivos. Obtiveram determinado sucesso ao encostar no placar em suas posses, porém não contavam com um Kevin Durant inspiradíssimo. O astro dos Warriors não permitia que o adversário se aproximasse tanto no placar, sempre pontuando e respondendo às iniciativas dos Cavaliers. Á essa altura, já estava claro, o banco do Cavaliers não conseguia corresponder a um jogo dessa grandeza, somando míseros 2 pontos. Outro que não ajudava era Kevin Love, que após sofrer com faltas, não conseguia entrar no ritmo de seus companheiros. Abusando de faltas, o Cleveland permitia que Stephen Curry entrasse na linha de lance livre: Receita essa quase fatal para o armador que terminou com 13-15 em aproveitamento de lance livres.

Na reta derradeira do jogo, o Cleveland conseguiu diminuir a diferença para 3 pontos, ajudados por um J.R.Smith “pegando fogo”, que até o momento estava perfeito na linha de 3 pontos em com 5-5 de aproveitamento. Após conseguir o seu objetivo na volta dos vestiários, Cleveland não segurou a pressão adversária além da pontaria dele, ninguém menos que Kevin Durant. O ala estava acertando tudo no último quarto, liderando a sua equipe no momento em que ela mais necessitava. Criando jogadas, pontuando e abrindo espaço para companheiros: Durant chamou a responsabilidade e a camisa do MVP das Finais, finalizando o jogo com 70% de aproveitamento. Na base do desespero e cheio de chutadores de longa distância em quadra, Cleveland tentou no desespero contar a diferença. De nada adiantou, a defesa agressiva já não era mais a mesma.

TÍTULO E MVP DAS FINAIS

Após uma offseason conturbada e cheia de críticas, Kevin Durant consegue alcançar seu objetivo, se torna pela primeira vez campeão da NBA e ainda de quebra fatura o troféu de MVP das Finais. Com um basquete diferenciado e perdendo apenas uma partida desde sua caminhada nos Playoffs, o Golden State Warriors escreve história, como uma das equipes mais dominantes de seu tempo. Vamos aguardar qual será a resposta das outras 31 franquias que sonham com o tão cobiçado troféu de campeão da NBA

 

ESTATÍSTICAS

 

  • Cleveland Cavaliers

 

LeBron James: 41 pts, 13 reb, 8 ast e 19-30 FG

Kevin Love: 06 pts, 10 reb, 2-8 FG

Kyrie Irving: 26 pts, 9-22 FG

J.R.Smith: 25 pts, 9-11 FG

 

 

  • Golden State Warriors

 

Kevin Durant: 49 pts, 7 reb, 5 ast e 14-20 FG

Stephen Curry: 34 pts, 6 reb, 10 ast e 3 steals

Klay Thompson: 11 pts

Andre Iguodala: 20 pts

Mateus Maia

Estudante de jornalismo da UFOP e fanático pelo mundo dos esportes. Tudo na vida é certeiro, menos o chute de 27 jardas do Blair Walsh

%d blogueiros gostam disto: