HOSPÍCIO #104 – Meu 9 veste a 7

Jô. Ou Jogba, para os íntimos. Jô é a cara do Corinthians. Tem calado muitos, deu a volta por cima e vai fazendo um bom ano. Jô é goleador, destaque de um time sem tantas estrelas, mas que é forte junto.

Jô é a cara do Corinthians. Um jogador raçudo, não tão bom tecnicamente, simples e humilde. Sabe o que é ser e o que é jogar no Corinthians. Em 2017, Jô também é uma caricatura do Timão. Chegou desacreditado, sem holofotes, e vai conquistando a torcida e seu espaço no cenário nacional a cada jogo. O rei dos clássicos demonstra sua força quando ninguém acreditava, o que também faz o time do Corinthians como um todo, a quarta força de São Paulo, campeã do Paulistão e disputando a liderança do campeonato brasileiro neste início.

Não é segredo que o camisa 9 que veste a 7 do Corinthians teve anos difíceis. Tanto no Internacional, no Atlético-MG (um pouco menos), até ir para a China e começar a retomar sua carreira. Com a cabeça no lugar, voltou para o seu berço no futebol. A instituição o abraçou de imediato, a torcida, com um pé atrás, demorou um pouco mais para acreditar no atacante. Sem perdoar nenhum rival nos clássicos, fazendo gols importantes e sempre com muita vontade, principalmente, Jô conquistou a Fiel.

Este já é um dos melhores anos da carreira dele. Fez 10 gols até aqui, 6 em clássicos. Jô deu a volta por cima. Está sendo o que é quando ninguém acreditava. Jô é Corinthians. E o Corinthians é um pouco Jô. Que os gols continuem vindo, e que nosso camisa 7 continue nos dando muitas alegrias.

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: