HTE Sobre Rodas #23 – A melhor corrida da F1 na temporada

Há muito tempo não via uma corrida tão boa na Fórmula 1. O GP do Azerbaijão, disputada no circuito de rua de Baku, foi simplesmente sensacional. Desde a primeira volta tivemos emoção. Batidas, ultrapassagens, surpresas, quebras, punições. Todos os ingredientes necessários para dar ao espectador um domingo muito bacana.

O MILAGRE DE BOTTAS

Parecia que tudo iria dar errado para Valtteri Bottas. Logo na primeira curva ele tocou no carro de Raikkönen, teve seu pneu furado e foi para o fim da fila. O finlandês, no entanto, mostrou um poder de recuperação espetacular e terminou a corrida na segunda colocação, com direito a uma manobra espetacular na última volta (falaremos dela mais para frente).

O AZAR DE FELIPE MASSA

Se você jogar no Google “Felipe Massa lamenta…” encontrará uma série de matérias com o brasileiro lamentando algo que deu errado em alguma corrida. E em Baku não poderia ser diferente. Massa fazia uma grande prova, pulou para a terceira colocação e teria tudo para vencer, já que Hamilton e Vettel tiveram problemas, mas sua Williams deu problema e ele precisou abandonar. QUE FASE TERRÍVEL!

O DIA DE STROLL

Já o companheiro de Felipe Massa, o novato e atrapalhado Lance Stroll, viveu um dia de glória. Com todas as confusões que aconteceram na prova, acabou ficando em segundo lugar grande parte do tempo, só sendo ultrapassado por Bottas quase que na linha de chegada. Ainda assim, tornou-se o mais jovem estreante a conquistar um pódio na Fórmula 1. Inclusive, pódio é algo que Felipe Massa, seu compnaheiro, não consegue desde o GP da Itália de 2015.

TRETA 1: Ocon vs Perez

A prova teve diversas relargadas. Em uma delas, Felipe Massa ultrapassou Sérgio Pérez e deixou o piloto da Force India disputar posição com seu companheiro, Esteban Ocon. O que ele não esperava é que Ocon fosse para cima, sem dó, nem piedade, o que acarretou em uma batida entre os dois.

TRETA 2: Hamilton vs Vettel

A treta mais gostosa da prova. Hamilton estava na primeira colocação, seguido por Vettel. Na saída do Safety Car para termos a relargada, Hamilton freou demais bruscamente, o que fez com que Vettel tocasse nele. Chateado, o alemão da Ferrari foi para cima e bateu na Mercedes do britânico, o que gerou uma punição. No final das contas, Vettel ainda ficou na frente, já que Hamilton perdeu tempo nos boxes para consertar a proteção de cabeça.

CAIU NO COLO!

Daniel Ricciardo, da Red Bull, foi o vencedor da corrida, que literalmente caiu em seu colo. Ele largou em 10ª e conseguiu fugir de todas as confusões para vencer a prova. Que dia de sorte!

A ULTRAPASSAGEM DO ANO!

Na última volta, nos últimos metros de corrida, ainda teríamos mais um capítulo do emocionante GP do Azerbaijão. Stroll já estava pronto para comemorar o segundo lugar, mas Bottas acelerou e ficou à frente, centímetros antes da linha de chegada.

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes.

Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: