Lei de Guardiola no Brasileirão

No livro “Guardiola Confidencial”, escrito pelo jornalista Martí Perarnau, há uma frase emblemática que serve para o campeonato brasileiro: “O título se ganha nas primeiras oitos rodadas e se perde nas últimas oito”. Desde que se tornou um campeonato de pontos corridos, tal frase vem a ser real, pelo menos em sua primeira oração. Considerando as oito primeiras rodadas, só Flamengo e São Paulo em 2008 e 2009, respectivamente, ficaram a 6 pontos do líder e conquistaram o campeonato ao final. Mesmo com a distância, ambos estavam em 7º lugar. Ou seja, a máxima distância que um time campeão ficou do líder até a 8ª rodada foi em 7º lugar.

Portanto, “O título se ganha nas oito primeiras rodadas”, é verdade. É importante conquistar os pontos nas primeiras rodadas, pelo menos é o que diz a estatística. Óbvio, conquistar o título em pontos corridos é ter regularidade nas 38 rodadas, não só nas oito primeiras ou nas oito últimas. Não é preciso liderar para se tornar campeão. Indo um pouco além, somente Cruzeiro e Corinthians em 2003, 2013, 2014 e 2011 foram campeões após liderarem até a 13ª rodada. Não é preciso liderar, mas é necessário mesmo estar no bolo dos 7 primeiros a uma distância razoável do líder.

Se em 2017 a Lei de Guardiola se cumprirá, saberemos somente após a 38ª rodada. O que importa para os times, agora, é somar pontos e seguir o líder de perto até a 8ª rodada

Thiago Cunha Martins

Paulistano, alvinegro, co-fundador e Diretor-geral do HTE Sports. Jornalismo por paixão, Psicologia por vocação. Adorador do futebol e tudo o que o rodeia. Fã curioso da NFL, UFC e eventual seguidor de outros esportes

%d blogueiros gostam disto: