Noite de prêmios da NBA consagra Russell Westbrook

Na noite desta segunda feira (26), a NBA anunciou os vencedores de seus prêmios individuais, num evento comandado pelo cantor Drake e que contou com show de Nicki Minaj na cidade de Nova Iorque.

E no prêmio mais aguardado do NBA Awards, foi Russell Westbrook o eleito MVP da temporada 2016/2017. Além dele, Giannis Antetokounmpo, Draymond Green, Malcolm Brogdon, Eric Gordon e Mike D’Antoni foram os outros principais premiados.

Most Valuable Player – Russell Westbrook, Oklahoma City Thunder

O Mr. Triple-Double conseguiu. Após 42 TDs e médias de impressionantes 31.6 pontos, 10.7 rebotes e 10.4 assistências por jogo, West se tornou o primeiro MVP desde Moses Malone em 1982 a não estar em um time que venceu pelo menos 50 jogos.

Em segundo lugar ficou James Harden. O Barba era outro favoritaço ao título de MVP e liderou o Houston à 3ª melhor campanha do Oeste. Com médias de 29.1 pontos, 11.2 assistências e 8.1 rebotes, Harden também mereceria o prêmio. Kawhi Leonard e suas grandes atuações dos dois lados da quadra ficaram em terceiro lugar no prêmio.

Rookie of the Year – Malcolm Brogdon, Milwaukee Bucks

Selecionado apenas na 36ª posição do draft de 2016, o armador vindo de Virginia é o primeiro jogador de segunda rodada a vencer o prêmio de calouro do ano desde que o draft é realizado nos moldes atuais. Em 75 jogos, sendo 28 deles como titular, Brogdon conseguiu médias de 10.2 pontos, 4.2 assistências, 2.8 rebotes e 1.1 roubo de bola por partida, com 45,7% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 40,4% nas bolas de três.

Joel Embiid teve excepcionais atuações, com 20.2 pontos e 7.8 rebotes de média, mas o fato de ter atuado apenas em 31 jogos na temporada comprometeu sua disputa pelo prêmio. E seu companheiro de equipe Dario Saric angariou o terceiro lugar. O 12° selecionado do draft de 2014 já desembarcou bem na NBA, com 12.8 pontos e 6.3 rebotes de média na sua primeira temporada.

Most Improved Player – Giannis Antetokounmpo, Milwaukee Bucks

A Aberração Grega somou médias impressionantes de 22.9 pontos, 8.8 rebotes, 5.4 assistências, 1.6 roubo de bola e 1.9 tocos por jogo na temporada, liderando a equipe do Bucks em todos os 5 quesitos citados. Giannis levou o Bucks aos playoffs e foi selecionado também para o segundo time da liga e o segundo time defensivo também.

Nikola Jokic, do Denver Nuggets, foi o segundo colocado. Principal jogador da franquia do Colorado mesmo apenas em seu segundo ano na liga, Jokic levou o ataque do Nuggets a ter os melhores números ofensivos da NBA desde janeiro. E, em terceiro lugar na votação, o pivô francês Rudy Gobert. Um dos destaques do Jazz que fez grande campanha, Gobert também foi destaque na premiação que vem a seguir.

Defensive Player of the Year – Draymond Green, Golden State Warriors

O defensor mais versátil da NBA venceu o prêmio de melhor defensor da NBA, após dois vices para Kawhi Leonard. Desta vez, a ordem se inverteu e foi Kawhi o segundo colocado. Green foi mais uma vez o grande líder defensivo do melhor time da NBA, angariando médias de 2.03 roubos por jogo e sendo o primeiro jogador a conseguir ao menos 150 roubos e 100 tocos durante uma temporada.

6th Man of the Year – Eric Gordon, Houston Rockets

Após vencer o torneio de 3 pontos do All-Star Weekend, Eric Gordon conquistou também o prêmio de melhor reserva da NBA. Com 16.2 pontos de média em 31 minutos por jogo, Gordon foi um jogador importantíssimo na rotação de Houston e parte fundamental na ótima campanha da equipe na temporada.

Lou Williams, que começou a temporada no Los Angeles Lakers mas foi adquirido pelo Rockets, ficou em segundo lugar na votação. O terceiro colocado foi o campeão da NBA pelo Golden State Warriors, Andre Iguodala.

Coach of the Year – Mike D’Antoni, Houston Rockets

Mike D’Antoni conduziu o Rockets ao top-3 da Conferência Oeste. Com 55 vitórias na temporada, D’Antoni conquistou seu segundo título de melhor treinador da temporada (comandou o Phoenix Suns de 2004/2005 a ter 62 vitórias e o primeiro lugar do Oeste).

Gregg Popovich, do San Antonio Spurs, e Mike Spoelstra, do Miami Heat, ficaram em segundo e terceiro lugares respectivamente.

 

Geisson Pereira Miranda

Mineiro, 21 anos. Estudante de Administração na Universidade Federal de Ouro Preto. Acompanha especialmente basquete, futebol americano, tênis e, claro, futebol.

%d blogueiros gostam disto: