Vem de 5: Estádios brasileiros de ‘raiz’

Com a tecnologia e a modernidade da construção dos novos estádios, chamados de arenas, fazendo com que os mais antigos acabem ficando no esquecimento de torcedores, principalmente os mais jovens.

Aqui iremos citar cinco estádios brasileiros nostálgicos e que de maneira alguma serão considerados estádios “nutella”.

Começamos pelo estádio Serra Dourada, palco de jogos dos clubes: Goiás, Atlético Goianiense e Vila Nova e   também já foi palco de alguns jogos da seleção brasileira. Projetado pelo arquiteto, Paulo Mendes da Rocha, arquiteto vencedor do Prémio Pritzker de 2006.

O Serra Dourada foi inaugurado em 9 de março de 1975. Se tornou o sétimo maior estádio do pais, com dimensões de 105 x 68 m (2016) e capacidade para 50.049 pessoas.

Estádio Brinco de Ouro da Princesa, mando de campo do Guarani, de Campinas/SP, foi comprado em leilão pelo grupo Maxion Empreendimentos Imobiliários, de Porto Alegre no valor de R$ 105 milhões. Foi inaugurado em 1953 e fica em Campinas, no interior do estado de São Paulo.

Foi palco de jogos memoráveis como o Guarani e Flamengo de 1982 que bateu o recorde de público do Brinco com 52.002 pessoas, já abrigou jogos da seleção brasileira em 66 e 90 com outro recorde de público – a vitória do Brasil por 2×1 contra a Bulgária foi assistida por 51.720 pagantes.

Alfredo Jaconi, estádio do Esporte clube Juventude, time de Caxias do sul/RS. Foi inaugurado em 23 de março de 1975, durante as comemorações do centenário da Colonização Italiana no Rio Grande do Sul.

A obra, foi coordenada pelo pelo antigo jogador e presidente do clube, Alcides Longhi que começou em1972, durou três anos. O nome do estádio faz alusão a um dos maiores ídolos do torcedor da papada, Alfredo Jaconi, que foi jogador, treinador e dirigente nas décadas de 1930 e 1940.

Não podíamos falar do estádio do Juventude sem deixar de falar dos estádio do seu maior rival o Caxias. O estádio Centenário foi construído em 1976 com a coordenação do presidente e hoje patrono do clube, Francisco Stedile.

A casa do time da serra gaúcha foi construída em tempo recorde de sete meses. Sendo fundamental para a entrada do clube no campeonato brasileiro.

 

Não poderíamos finalizar esse Vem de Cinco sem deixar de falar de um dos mais famosos estádios do Brasil, o Pacaembu.

Templo de jogos dos times paulistas e também da seleção canarinho, sede da copa de 50 ate sediando jogos de várzea e tantos outros jogos de Campeonato Brasileiro e taça Libertadores. O estádio Paulo Machado de Carvalho foi inaugurado em 1940, o estádio atualmente suporta pouco mais de 37 mil pessoas.

Em suas instalações está o Museu do Futebol, e foi durante 74 anos, a casa do Corinthians. O alvinegro se despediu do “Paca” quando inaugurou sua Arena, em 2014. O clube de Itaquera jogou no Pacaembu um total de 1.690 jogos, porém como a maioria dos clubes paulistas agora possuem seus próprios estádios, o Pacaembu acabou sendo deixado de lado e hoje a sua utilização não é mais tão ativa como antigamente.

%d blogueiros gostam disto: