CLUBE DO POVO #21 – Um leão fora de casa

No último final de semana, o Internacional recebeu o Criciúma em casa e novamente não conseguiu sair com a vitória, nesta terça feira viajou para Fortaleza para enfrentar o Ceará e sai do Castelão com um grande triunfo. Segundo pior mandante, melhor visitante, qual a explicação para toda essa irregularidade?

Na partida contra o Ceará, o Inter venceu por 2 a 0 apresentando bom futebol e podia ter sido mais amplo o placar pois a equipe perdeu um caminhão de gols. Esse bom futebol vem derivado da manutenção de time realizada por Guto Ferreira, repetindo o time que apenas empatou contra o Criciúma.

Fica o questionamento: Por que o time apresenta esse belo futebol fora de casa e não consegue repetir as atuações em casa?

A primeira resposta para isso é estilo de jogo, o Inter de Guto é reativo, prefere que o adversário tenha a posse e dê espaços para contra-ataques, onde está o ponto forte da equipe. Quando o time joga fora de casa, mesmo na Série B, ele encontra equipes mais abertas e que buscam propor o jogo, algo bem diferente do que ocorre no Beira Rio onde os visitantes se fecham e deixam o Inter controlar a partida.

A segunda é pressão. A torcida colorada não aceita resultados adversos jogando em casa na B, por isso pressiona os jogadores e a diretoria após os jogos, o que pode afetar o psicológico de alguns jogadores, fazendo com que joguem abaixo da média. Porém não parece ser culpa da torcida a má fase, pelo contrário, é incrível que a massa ainda apoie após resultados bem inaceitáveis.

Toda essa irregularidade parece estar chegando ao fim, Guto conseguiu repetir o time titular e o Inter rendeu assim. Parece ter chegado o ponto de virada no Beira Rio, resta saber se esse bom futebol também será apresentado em casa ou foi apenas um ponto isolado de alegria no drama colorado.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @isentoever

%d blogueiros gostam disto: