Maiores vexames dos times brasileiros na Libertadores

Texto: André Luís de Freitas

Salve, amigos do HTE Sports. Em nossa lista de hoje, traremos os maiores vexames brasileiros naquela que é a maior competição de clubes do nosso continente: A Taça Libertadores da América!

Listamos as maiores e mais recentes decepções, ou seja, dos dez últimos anos. Alguns clubes aparecerão após terem perdido de forma vexatória para times de menor expressão e em fases iniciais do torneio, enquanto outros, mesmo chegando a final, porque foram dominados nos dois jogos da decisão. Segue a lista, começando pelas finais até as fases iniciais:

CRUZEIRO x Estudiantes – FINAL (2009)

Após um empate por 0 a 0 na Argentina, em que o goleiro Fábio salvou o pescoço do clube mineiro, o Cruzeiro foi derrotado por 2 a 1 dentro do Mineirão lotado. O Cruzeiro até tentou, saiu na frente do placar, mas deixou Verón e companhia tomarem conta do jogo e virarem a partida. Dentro de casa, isso é inadmissível.

GRÊMIO x Boca Juniors- FINAL (2007)

Dessa vez não tem o que justificar em prol do time brasileiro. Há dez anos, o Grêmio era dominado nos dois jogos da grande decisão contra o Boca Juniors. Derrota por 3 a 0 na Bombonera com show de Riquelme, e mais alguns dias depois, outra derrota, dessa vez dentro do Estádio Olímpico, por 2 a 0, sacramentando uma goleada no agregado de 5 a 0 para os argentinos.

PALMEIRAS x Tijuana – OITAVAS DE FINAL (2013)

Após um empate sem gols no México, o torcedor palmeirense foi ao Estádio Pacaembu confiante em um bom resultado diante do Tijuana. Valia vaga nas quartas. Mas os palmeirenses não contavam com um frango do goleiro Bruno, logo no início da partida, que iria desestabilizar todo o time durante a partida. O resultado final foi 2 a 1 para os mexicanos e o Palmeiras ficou mais uma vez pelo caminho na Libertadores.

CORINTHIANS x Guarani-PAR – OITAVAS DE FINAL (2015)

A exemplo daquela final entre Grêmio x Boca, não há o que tentar defender o time do Corinthians nesse confronto. O clube paulista foi completamente dominado nos dois jogos. Pior que apenas ser dominado, o Corinthians foi derrotado nas duas oportunidades e sem marcar sequer um gol. Derrota por 2 a 0 no Paraguai e derrota na Arena por 1 a 0. O papelão foi recompensado no final do ano, com o título brasileiro, mas não o suficiente para apagar mais esse vexame.

FLAMENGO x América-MEX – OITAVAS DE FINAL (2008)

Sem dúvidas, esse é um dos maiores vexames de times brasileiros numa edição de Taça Libertadores. O Flamengo venceu no México por 4 a 2. Tinha a vantagem em suas mãos, um Maracanã com um ótimo público, mas deixou a classificação ir embora aos poucos, a cada gol de Cabañas. O paraguaio destruiu o clube carioca e ditou o ritmo do América. 3 a 0 e eliminação rubro-negra. Por essa ninguém esperava …

FLAMENGO e BOTAFOGO – PRIMEIRA FASE (2014)

O ano de 2014 não foi terrível apenas para a seleção brasileira. Flamengo e Botafogo também não tiveram o que comemorar, pelo menos se tratando de Libertadores. Ambos caíram na primeira fase. O Flamengo em terceiro lugar, mas com uma diferença de 3 pontos para o segundo, enquanto o Botafogo, foi eliminado com 1 ponto de diferença para o San Lorenzo, segundo colocado, mas na lanterna do grupo. Torneio horrível dos cariocas …

CORINTHIANS x Tolima – FASE PRÉ-LIBERTADORES (2011)

Finalmente chegamos na maior decepção brasileira de todos os tempos na Libertadores. O Corinthians entrou na fase pré-libertadores com um favoritismo escancarado diante do modesto Tolima. O Timão contava com os craques renomados, Ronaldo e Roberto Carlos, com o técnico Tite no banco de reservas e com uma torcida confiante e apaixonada nas arquibancadas. Mas nada disso foi o suficiente para avançar para a fase de grupos. Empate no Pacaembu e derrota fora de casa por 2 a 0. Pior que a derrota, foi o baile.

 

%d blogueiros gostam disto: