MOSTRA TEU VALOR #37 – O respeito que Alan Costa deseja

Fala, Nação Rubro-Negra!

Aqui estamos novamente. Fui ao Barradão na última quarta-feira (19) sem expectativa alguma. Alguns torcedores comemoraram as ausências de Luan e Michel no Grêmio. Ficaram animados quando Geromel machucou no aquecimento. Mas nada disso me dava sequer uma pontinha de confiança em um resultado positivo.

Foi muito bom estar vacinado. Isso não quer dizer que não me irritei ou me chateei com mais uma derrota em casa (a quinta, por sinal, apenas nesse Brasileirão). Mas foram sentimentos bem diferentes daqueles dos jogos anteriores contra Palmeiras e Vasco. Acho que, assim como eu, muitos torcedores passaram pelo mesmo.

A mesma bagunça de jogos anteriores, a mesma falta de raça, de vontade. Isso ficou ainda mais latente ao ver o garoto Caique Sá em campo. O lateral-direito, que fez a sua estreia, corria sozinho, tentava sozinho. Seu empenho o fez ser digno de aplausos e foi um dos poucos poupados diante da revolta de quem estava nas arquibancadas.

Após chegar em casa, agora sim já um pouco estressado, abri o computador para ler as notícias pós-jogo e me deparei com uma fala do zagueiro Alan Costa. O fraco defensor tentou explicar o momento ruim pelo qual passa o clube e foi muito infeliz ao dizer que o torcedor está faltando com respeito, principalmente por conta das vaias.

Pois bem, a partir de agora esse texto é uma resposta direta ao camisa 4 do rubro-negro baiano. Alan Costa, meu velho. Falta de respeito é ver meu time contratando um zagueiro reserva de um clube recém-rebaixado e que tentou prejudicá-lo entrando na justiça para fazer o tapetão acontecer. Falta de respeito é o meu clube gastar mais de 100 mil reais mensais com um jogador do seu nível. Falta de respeito é pagar o sócio-torcedor todo mês para um futebol de tão baixa qualidade. Falta de respeito é eu sair de casa quarta-feira a noite, pegar engarrafamento para ver você e esse bando em campo. Falta de respeito é meu pai chegar cansado de uma viagem de trabalho e me acompanhar ao estádio para assistir mais uma derrota. Falta de respeito é chegar na 15ª rodada do Brasileirão com 12 pontos. Falta de respeito é ganhar uma partida de oito disputadas como mandante. Falta de respeito é você não reconhecer a sua ruindade. Falta de respeito é você, seus companheiros, diretoria e toda essa corja não tomarem vergonha na cara. Isso é falta de respeito.

Vaias, protestos do torcedor… Isso não é falta de respeito. É indignação. É frustração. É arrependimento. É tristeza em ver o time do coração passar o que está passando. Uma bagunça dentro e fora do campo. É presidente sem condições de comandar não largar o osso. É ver pessoas sem competência para gerir um clube do tamanho do Esporte Clube Vitória.

Você, Alan Costa, no alto da sua ignorância, afirmar após a terceira derrota seguida que o clube sofre, que o torcedor vaiar é falta de respeito… Infelizmente não posso escrever aqui as palavras que gostaria de dizer na sua cara. Seu covarde. Quem está faltando com respeito é você. É esse elenco. É esse treinador. É esse diretor de futebol multi-tarefas. É toda essa diretoria amadora.

CHEGA. ACABOU A PACIÊNCIA!

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: