RECANTO DA COLINA #16 – Marginais travestidos de vascaínos podem ter rebaixado o clube

É com um sentimento de muita tristeza que escrevo para vocês. Realmente o que aconteceu ontem em São Januário não foi Vasco. Foi triste ver o nosso estádio sendo palco de infelizes confusões causadas por quem se diz torcedor do Club de Regatas Vasco da Gama. Lógico que fazer vergonha em casa (o time fez) é constrangedor, mas não era pra tanto. Antes do apito final, o jogo transcorria bem, sob clima nada amigável, porém consciente da torcida vascaína, contudo o que aconteceu depois pode ter rebaixado o clube para a Série B de 2018.

Não digo isso por alto, não. Digo embasado em números, estatísticas, consciência e coração. Somente um vascaíno de verdade sabe da importância de sua casa, sabe da importância de São Januário para si e para o elenco; e para provar isso, qualquer um que saiba ler e analisar números pode perceber o quão significante a Colina tem sido para o Vasco em 2017, ano em que vemos um time totalmente despreparado para jogar longe do alento e apoio de sua torcida.

O Vasco neste ano parece alguns de nós quando vamos para a escola pela primeira vez na vida. É duro pensar que ficaremos distantes dos mimos de nossa mãe e/ou pai por algumas horas e, obviamente começamos a chorar na despedida. Esse é o Gigante da Colina hoje: chora ao se tocar que está longe de sua casa e de sua família – sua torcida.

Já em casa… Poxa, que festa. Não há melhor lugar para passar o tempo que em nosso lar, com quem nós gostamos de conviver. E é muito duro quando envergonhamos aqueles que nos amam de verdade. Ontem, o Vasco envergonhou quem mais o ama: o próprio torcedor.

Fala do presidente: “Isso não é Vasco”. Em meio a arrogância frente a jornalistas, essa foi a frase mais lúcida que Eurico Miranda disse ontem após a tragédia na arquibancada. E eu concordo! O que aconteceu não foi Vasco. Aliás, nada que acontece durante o século XXI pode ser considerado de Vasco. Há tempos o Vasco não é Vasco. Esse clube centenário e de belíssima história se tornou enjoativo até para os seus adeptos. Vasco e Torcida eram um casamento infalível, que falhou com o passar do tempo recente e se tornou extremamente menos atraente.

Era apenas mais um clássico. Mais um! Mas esse senhor, que trata o Vasco como seu, incita algo que nem mesmo o vascaíno de verdade deseja: a guerra ao Flamengo. Esse senhor que mama nas tetas do clube há anos é o principal responsável pelo que aconteceu. Quem trata Vasco x Flamengo como “campeonato à parte”, pensa pequeno. Eurico é um minúsculo presidente, que insiste em incentivar tais atos na arquibancada com seus discursos infames e ultrapassados, que provam a incompetência já massante de quem um dia já foi Vasco por amor e hoje visa apenas o poder. E sobre ontem, Eurico limitou-se apenas a dizer: desculpa!

Perdemos! Não só o jogo, mas também a moral. Segundo o presidente, de ontem saímos derrotados do Campeonato Brasileiro 2017 e Campeonato Flamengo 2017. Perdemos também o respeito, pois em seu triste retorno à São Januário, o cartola deixou claro que o respeito havia voltado após as consecutivas vitórias sobre o Rubro-Negro, apenas sobre o Rubro-Negro, mas tão “apenas”, que o rebaixamento veio logo em sequência.

E ontem fomos rebaixados novamente. Pelo que aconteceu, o Tribunal não vai deixar barato e deve punir severamente São Januário, que não tem culpa alguma da selvageria e do instinto covarde do ser humano. Nosso estádio é vítima, vítima de absurdos e irresponsáveis discursos do ultrapassado presidente, que fazem apologia ao que aconteceu na noite do dia 8 de julho de 2017: guerra.

Sou contra a punição do local, pois arquibancada não bate em ninguém. Não é porque aconteceu conosco, mas há tempos que é defendida a punição individual, daqueles que ocasionaram tais fatos. Vejo numa possível barração de São Januário como mais uma infeliz decisão de quem deve julgar, pois o estádio é vítima do acontecido e de quem o administra. Punidos devem ser os praticante da tragédia de ontem, menos de 1% da torcida presente no estádio naquele momento.

 

GIGANTE desde 1898! #PopularSemSerPopulista

Siga: @Igor_Calazans | Nós nos vemos em São Januário!

– Saudações Vascaínas!

Foto do título da matéria: Divulgação/Paulo Fernandes/Flickr oficial do Vasco

%d blogueiros gostam disto: