ACADEMIA ALVIVERDE #30 – Cadê a novidade?

O quão sortudo e protegido pode ser um clube a ponto de ter um Santo? Pergunte ao Palmeiras. Capaz que ainda assim não tenha a resposta para tanta sorte.

Se existia algum estereotipo de Santo, Marcos acabou com ele com a mesma maestria que fazia suas defesas. Sem filtro, divertidíssimo e apaixonado pelo que fazia. A divindade, com todas as peculiaridades humanas, acrescentado a um sotaque caipira sensacional. Tem um Santo mais bacana que esse? Não.

Agradecer por cada momento, cada defesa, cada entrevista gastaria muitas páginas e correríamos o risco de esquecer alguma coisa, então por ora, o que resta é agradecer por você ser você. Não só o São Marcos do Palestra Itália (um luxo que ninguém nos tira, ainda bem), mas também o Marcos, goleiro do Penta – que desceu por terra qualquer rivalidade e fez todos se orgulharem e amarem o atleta que você é – , o Marcos profissional que é referência no futebol mundial e, lógico, o Marcos Roberto Silveira Reis – o Marcos que é todos esses e mais um pouco. Ídolo. Goleiro. Amigo. Referência. Único ser humano possível.

Obrigada 12x pela sua grandeza. Obrigada por dedicar 20 dos seus bem conservados 44 anos ao Palmeiras e a essa torcida que tanto te ama e te respeita. Obrigada por nos representar até na hora de receber o mérito de Pentacampeão. Obrigada por nos trazer tanta felicidade.

Nos dê licença que agora vamos aqui nos ajoelhar e apontar os dedos aos céus, bem do jeitinho que você ensinou, para te desejar um feliz aniversário e que venham 44 x 12 anos de vida para ti, com muito amor, saúde e…café!!! Que aqueles, que são como você, Santos, te proteja com o mesmo amor que você protegeu o nosso gol e a nossa história.

De todos os seus devotos, te amamos MAAAAAARCOS!

 

Talita Guglak

Palmeirense, futura tradutora e como boa devota de São Marcos, sou movida a café.

%d blogueiros gostam disto: