Banalizado ou investimento? O dinheiro é protagonista no mercado da bola

O mercado da bola está louco. Sim, meus amigos. Cada vez mais vemos times pagando quantias absurdas por jogadores – em alguns casos que não valeriam nem metade das cifras investidas.

Há a necessidade de dar “respostas” a torcedores, patrocinadores, times rivais. Pressionados de todos os lados, as alternativas encontradas pelos clubes, principalmente aqueles milionários, são justamente os investimentos em jogadores.

O caso mais recente tem um brasileiro como protagonista. Neymar. O craque da seleção brasileira está praticamente de malas prontas para Paris, mas para isso, o PSG tem que pagar 222 milhões de euros ao Barcelona, valor integral da multa rescisória do atleta.

O dinheiro está banalizado no mercado da bola?

Em 2013, Neymar foi contratado pelo Barcelona, que pagou cerca de 88 milhões de euros pelo jogador que encantava o Brasil e o mundo com a camisa do Santos.

Atualmente, o jogador mais caro comprado por uma equipe no mundo é o volante francês Paul Pogba. O Manchester United desembolsou 105 milhões de euros para tirá-lo da Juventus. Ainda temos na lista das transações mais caras da história jogadores como Gareth Bale, Cristiano Ronaldo, Higuaín, Luisito Suárez, Di Maria, James Rodríguez, entre outros.

Top 15 com as transferências mais caras do futebol

Não dá para negar que muitos craques estão nessa lista, mas também muito dinheiro foi investido em atletas que não valem o que foi pago. Isso só pode ser justificado com a mesma frase que iniciei esse texto: o mercado da bola está louco!

Heider Mota

Baiano, 21 anos, estudante de jornalismo e amante dos esportes. Twitter: @heiderzito

%d blogueiros gostam disto: