Guia Calcio #01 – Atalanta, Bologna, Benevento e Cagliari

Por: Guilherme Vechiato e Lucas Tinôco (@Guivechiato e @lucastinocof)

Fala, galera!! Após terminar os guia da Premier League e da Bundesliga, o HTE Sports traz pra você o guia do Calccio, ou Serie A italiana. Na parte 01, falaremos da grande campanha e do que esperar do Atalanta, do Bologna, no recém-promovido Benevento e do Cagliari.

Vamos nessa?

ATALANTA

A temporada do Atalanta foi sensacional. A equipe, comandada por Gian Piero Gasperini conseguiu a sua melhor classificação na história ao terminar o Calccio na 4ª colocação. O grande destaque da equipe foi o ponta-esquerda Papu Gómez, que ajudou o time com 16 gols e 12 assistências. O camisa 10 liderou estes quesitos dentro do elenco. Outros grandes destaques foram o lateral-esquerdo Andrea Conti, os meias Fanck Kessié, Jasmin Kurtic e Remo Freuler, além do atacante italiano Andrea Petagna. O clube também contou com incríveis 7 tentos anotados pelo seu zagueirão Mattia Caldara.

Depois dessa temporada histórica, a Atalanta começa 2017/18 com grandes projeções. Além de jogar a Liga Europa o time treinado por Gasperini tentará manter a crescente e quem sabe não conseguir chegar na Champions. A equipe teve as grandes perdas de Andrea Conti e Franck Kessié, ambos para o Milan, mas, na contramão, trouxe o bom meia Ilicic da Fiorentina, além de emprestar e contratar alguns jogadores de ligas alternativas da Europa.

ENTROU: Cornelius (Kobenhavn), Robin Gosens (Heracles), Nicolas Haas (Luzern), José Palomino (Ludogoretz), Josip Ilicic (Fiorentina), Timoty Castagne (Genk), João Schmidt (São Paulo) e Etrit Berisha (Lazio)

SAIU: Franck Kessie e Andrea Conti (Milan), Mauricio Pinilla (Genoa), Alberto Paloschi (SPAL), Marco D´Alessandro (Benevento)

BENEVENTO

Após dois acessos consecutivos, os “feiticeiros”, forma como o time é chamado na Itália, jogará a primeira divisão pela primeira vez na sua história. O objetivo do time do técnico Marco Baroni é claro: se manter na primeira divisão. Sem possuir grande orçamento o time manteve os mesmo jogadores do ano passado e se reforçou com alguns jovens, vindos de times maiores, como Lazio, Atalanta e Empoli, além de contratar destaques da Série B italiana do ano passado.

Os grandes destaques da equipe no último acesso, que veio com o título, foram o atacante Fabio Ceravolo, que fez 20 gols na temporada, e o ponta Armato Ciciretti, que participou diretamente de 18 tentos da equipe, com 6 gols e 12 assistências. Outros nomes que foram bem na campanha foram os de Filippo Falco e Raman Chibsah.

ENTROU: Marco D´Alessandro (Atalanta), Danilo Cataldi (Lazio), Gaetano Letizia e Vid Belec (Carpi), Andrea Costa (Empoli), Gianluca Di Chiara (Perugia)

SAIU: Daniele Buzzegoli (Ascoli) e Enrico Pezzi (Cittadella)

BOLOGNA

Há duas temporadas na Serie A Italiana depois do rebaixamento em 2013/14, o time comandado por Roberto Donadoni tenta conseguir campanha mediana e deixar o apego à parte de baixo da tabela. A equipe ainda não investiu muito nesta janela, apenas exerceu a opção de compra definitiva de alguns jogadores como: Taider e Helander, além de tirar o bom meia Andrea Poli do Milan. Além de Helander, bom zagueiro, trouxe Giancarlo González e Sebastien De Maio, que também são da posição do sueco.

O Bologna conseguiu manter nomes que tiveram bons desempenhos na temporada passada, como os do atacante Mattia Destro, que foi o artilheiro da equipe com 11 gols, os meias Dzemaili e Verdi e jovem e bom ponta-esquerda tcheco Krejcí, líder em assistências (8) da equipe em 2016/17

ENTROU: Andrea Poli (Milan), César Falletti (Sportivo Luqueño)

SAIU:  Alguns jovens emprestados para times menores.

CAGLIARI

Após conseguir o acesso na temporada retrasada, o Cagliari conseguiu um surpreendente 11º lugar na Serie A. Com um desempenho muito bom, parte dessa boa campanha ficou nas costas do já com 34 anos Marco Borriello. O atacante, que já rodou por vários clubes italianos, anotou 16 gols na competição e foi um dos principais responsáveis pela boa colocação. Quem também foi bem foram os brasileiros Diego Farias e João Pedro, o primeiro foi revelado pelo Chievo e nunca jogou no Brasil, já o segundo saiu da base do Atlético-MG. Além destes nomes, Mauricio Isla, Tachtsidis, Davide Di Gennaro e Marco Sau tiveram uma boa temporada.

O objetivo continua o mesmo: evitar o rebaixamento. O time comandado por Massimo Rastelli, perdeu bons jogadores nesta janela, e tenta repor estas perdas. No elenco do time italiano, além dos dois já citados, temos ainda o goleiro Rafael, saiu da base do Santos em 2004, e o volante Lui, que saiu do Grêmio em 2012. O grande reforço do Bologna foi o jovem zagueiro Romagna e o lateral-esquerdo Miangue.

CHEGOU: Filippo Romagna (Juventus), Marco Andreolli e Senna Miangue (Inter), Paolo Farago (Novara), Luca Cigarini (Sampdoria)

SAIU: Mauricio Isla (Fenerbahce), Davide Di Gennaro (Lazio), Ibarbo (Sagan Tosu), Dario Del Fabro (Juventus), Marco Fossati (Hellas Verona) e Nicola Murru (Sampdoria)

Lucas Tinoco

21 anos, baiano e aspirante a jornalista esportivo. Fanático por esportes em geral, principalmente futebol. Adepto das ligas europeias e do futebol alternativo. Líder do Editorial de Futebol Internacional do HTE Sports.

%d blogueiros gostam disto: