O jogo do ano para o Palmeiras

Na noite desta quarta-feira (9) o Palmeiras colocará em jogo o planejamento de toda uma temporada. Muito criticado por não demonstrar um futebol de qualidade, mesmo tendo um elenco farto, o time não tem conseguido fazer boas apresentações diante de seu torcedor.

Passando por momento conturbado no ano, o Alviverde vê na Libertadores, a solução para os problemas no ano de 2017. Troca de treinadores no meio da temporada, desempenho abaixo do esperado, e saídas de jogadores foram alguns dos fatores que fizessem com que a equipe palestrina chegasse ao confronto de hoje, na missão de se classificar para a próxima fase e esquecer todos os pontos negativos que o clube teve até aqui. A derrota para o Atlético Paranaense no último domingo, dentro de casa, ligou um alerta para o técnico Cuca, que em caso de uma não classificação logo mais, pode levar o treinador a seguir o mesmo caminho de Dorival Júnior, Roger Machado e recentemente Zé Ricardo, que foram demitidos do cargo por justamente terem um bom elenco em mãos, mas não conseguirem conquistar os resultados que se eram esperados.

Hoje, o Palmeiras terá pela frente o Barcelona de Guayaquil, que tem vivido dias difíceis com relação ao setor financeiro nos últimos meses. O clube equatoriano teve de cortar gastos durante a temporada, chegando a perder pontos no campeonato nacional, por não conseguir manter em dia os salários dos jogadores. Mesmo diante da dificuldade, o Barcelona tem feito uma campanha muito boa na competição nacional. Líder do seu grupo na primeira fase e classificado com duas rodadas de antecedência, até poupou jogadores nas duas últimas rodadas para priorizar a liga equatoriana.

No primeiro confronto contra o Palmeiras, jogando em sua casa, pudemos ver um Barcelona diferente do que vinha encantando a América. Num jogo truncado, ainda sim a equipe conseguiu fazer o placar mínimo e vencer a partida sem sofrer gols, abrindo uma boa vantagem para o jogo desta quarta no Allianz Parque.

As prováveis equipes para o confronto das 21h45 são as seguintes:

PALMEIRAS: Jailson; Mayke (Thiago Santos), Yerry Mina, Luan e Egídio; Bruno Henrique, Jean (Tchê Tchê e Guerra (Keno); Dudu, Róger Guedes e Deyverson. Técnico: Cuca

BARCELONA-EQU: Banguera; Valencia, Aimar, Arreaga e Velasco; Minda, Oyola e Díaz; Castillo, Caicedo e Álvez . Técnico: Guillermo Almada

Foto: Sérgio Barzaghi/Gazeta Press

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago à tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada esporte.

%d blogueiros gostam disto: