QUEREMOS A COPA #13 – O que muda no Grêmio sem Luan?

Sem Luan, Renato Portaluppi conta com várias opções no elenco para tentar suprir a ausência do craque do seu time. Ainda sem Douglas e Miller Bolaños, Renato tem como opções jogadores de velocidade como por exemplo Everton e Fernandinho.  Por outro lado, pode haver a entrada do capitão Maicon para dar mais posse de bola e encorpar o meio campo. Além dessas alternativas, ainda tem o jovem Lincoln. Confira como ficaria o time do Grêmio sem Luan e como Renato pode montar o esquema tático da equipe.

As possíveis mudanças no time do Grêmio

Fernandinho é o cara do momento.

4-1-4-1: com Michel como homem mais recuado, a linha de 4 a frente dele seria formada por Pedro Rocha e Ramiro abertos, na esquerda e direita respectivamente, com Arthur e Fernandinho centralizados.  Lucas Barrios como referência no ataque.

Losango: sem Fernandinho, Renato Portaluppi tem a opção de colocar o capitão Maicon no time. Com esse esquema, Michel seria centralizado e o mais recuado, com Ramiro e Maicon nas pontas do losango e Arthur mais adiantado. Pedro Rocha e Lucas Barrios no ataque.

Lincoln seria a opção à longo prazo.

Lincoln: Sem Douglas e Miller Bolaños disponíveis no momento, a opção para não mexer na formação tática seria o jovem Lincoln.  Com ele no time, a estrutura atual se manteria. Entretanto, Lincoln não parece pronto para substituir Luan. Esta seria a opção à longo prazo.

Fernandinho: Se optar pelo momento, Fernandinho é titular nesse time do Grêmio. Com ele no time, Ramiro poderia ser deslocado para uma função central ou recuado para jogar com Michel. Assim, Arthur e Maicon disputariam vaga. 

Arthur: Nessa formação, Arthur seria deslocado para a função de Luan, jogando atrás do centroavante. Assim, Maicon ocuparia seu lugar ao lado de Michel. Ramiro e Pedro Rocha permaneceriam nas ponta, com Barrios como referência.

Além da liderança, Maicon é peça fundamental no time pela sua qualidade técnica.
%d blogueiros gostam disto: