SANTÁSTICO #34 – As duas faces de um mesmo Santos

Fala nação santista,

Precisamos falar sobre o desempenho da equipe santista dentro do Campeonato Brasileiro e dentro da Libertadores da América. Como pode, um mesmo time, ter postura tão distinta em determinadas competições?

A fama do Santos de time copeiro não é à toa, a equipe nos últimos anos demonstrou o seu poder de crescimento dentro de competições mata-mata, por outro lado, em competições de pontos corridos, que não vence desde 2004, tem se mostrado cada vez mais acomodado, mesmo quando brigou por G-4 e chegou a vice-liderança em algumas oportunidades.

Em especial a equipe de 2017 apesar de ter os mesmos atletas, a vontade e foco do time muda quando está no campeonato nacional e quando está no campeonato continental. Na Libertadores, assim como foi também na Copa do Brasil, enquanto esteve na disputa, o time santista demonstra enorme força de vontade, determinação e poder de reação. Não atoa é o único que permanece invicto na competição. Dentro do naiconal é uma equipe apática que se contenta em apenas não perder, salvo exceções de grandes jogos, como o confronto recente contra o Flamengo, no Estádio do Pacaembu.

O fato é que o Santos precisa se doar um pouco mais no campeonato nacional, voltar a incomodar e brigar pelas primeiras posições e com chances de títulos. A impressão que dá é que o Santos está em uma boa posição na tabela devido aos erros das outras equipes e não por méritos da nossa, que vem numa sequência de 4 empates.

Esperamos que toda essa diferença demonstrada em campo nos últimos meses realmente seja a tal da prioridade para a Libertadores, campeonato mais importante que o time disputa esse ano. Mas um pouco mais de seriedade no Brasileirão, não apenas esse ano, mas sim em todos, pode trazer bons frutos para o clube que precisa voltar a reinar em seu país.

Danielle Devorane

Paulistana. Bacharel em Comunicação Social com enfase em Rádio e Televisão. Apaixonada por futebol e santista de coração.

%d blogueiros gostam disto: