A ascensão meteórica do Globo FC

Fundado em 18 de outubro de 2012, o Globo Futebol Clube da cidade de Ceará-Mirim/RN completará apenas cinco anos de vida e, mesmo com essa pouca idade, já consegue uma ascensão meteórica no futebol nacional. O ano atual foi, sem sombra de dúvidas, um dos pontos fora da curva que fizeram com que o clube potiguar chegasse ao reconhecimento de milhares de pessoas pelo Brasil.

Criado pelo empresário Marconi Barreto, o Globo FC foi inspirado na Rede Globo de Televisão. Admirador de Roberto Marinho, Barreto optou por fazer esta homenagem ao fundador das organizações Globo. As cores preto, amarelo e vermelho lembram a bandeira da Alemanha, país cujo o presidente do clube também é admirador.

Voltando ao futebol, com apenas um ano de fundação conquistou o título da segunda divisão potiguar, dando indícios que mesmo novo, surgiria daquela conquista um time com requintes de surpresa do estado para os próximos anos. Em 2014, venceu a Copa Rio Grande do Norte com clubes que faziam parte do ‘segundo escalão’ do estado.

No ano de 2017, a consagração do clube. Mesmo conquistado apenas um título até o momento (Copa Cidade de Natal), as campanhas do Globo vêm surpreendendo quem acompanha o futebol. A equipe dirigida por Luizinho Lopes foi vice-campeã potiguar, deixando para trás clubes como América e Potiguar de Mossoró, tidas como equipes de maior nível no estado. Após o estadual veio a série D e com ela os triunfos da Águia de Ceará-Mirim. Com 4 vitórias em 6 jogos, ficou com o primeiro lugar do grupo A6, se classificando com boa vantagem para o mata-mata da competição.

Nas fases seguintes, enfrentou e eliminou o Parnahyba, Guarany de Sobral, URT e Juazeirense. Chegando à final da competição, enfrentou o Operário-PR e simplesmente não apareceu na primeira partida em casa. Foi goleado por 5 a 0, deixando muito a desejar do futebol que vinha apresentando, principalmente com o mando de campo a seu favor. Na partida de volta, até que tentou, venceu por 1×0, mas o placar já era praticamente irreversível para os planos da clube Potiguar.

O Globo ainda enfrentou o Fluminense de Feira na chamada Pré-Copa do Nordeste em busca de uma vaga na fase de grupos da competição regional. Conseguiu! Segurou o empate na partida de ida em Feira de Santana e decretou a classificação para o Nordestão, dentro de seu estádio, vencendo o Flu por 2 a 0.

Leia também: Na nova Copa do Nordeste, oprimidos realizaram seus sonhos e se tornaram opressores

Enfim, mesmo sem o caneco da Série D, o Globo surpreendeu muita gente em 2017. Espera-se que no próximo ano, disputando três competições de nível nacional (Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série C), as boas campanhas voltem a se repetir e que a credibilidade de um clube tão recente possa ser mantida por quem o acompanhou neste ano.

Rafik Oliveira

Amante de várias modalidades esportivas, trago à tona diversos temas que abordam o cenário nacional, sempre com uma visão diferenciada para cada esporte.

%d blogueiros gostam disto: