Craques do futuro – Arthur, o volante com qualidade de camisa 10

(Foto: Divulgação/Grêmio FBPA)

Apenas 21 anos, futebol de um experiente. Arthur Henrique Ramos de Oliveira Melo, ou simplesmente Arthur, é a grande surpresa do ano no Grêmio e um dos jogadores mais promissores de sua geração. Chamando atenção não só pela sua qualidade técnica, mas também pela liderança e maturidade dentro das quatro linhas, o volante foi chamado por Tite para a disputa das partidas contra Chile e Bolívia, rodadas finais das Eliminatórias.

Arthur chegou ao Grêmio aos 14 anos em 2010. Subiu ao profissional com Luís Felipe Scolari em 2015, após ser destaque da Copa São Paulo de Futebol Junior, a Copinha. Porém, foi receber chances de demonstrar seu futebol apenas em 2017, já com Renato Gaúcho no comando técnico.

Craques do Futuro – Wendel, cria de Xerém

Na partida contra o Guarani-PAR pela Copa Libertadores, Renato decidiu escalar equipe mista/reserva por questões de confrontos importantes em outras competições na mesma semana. O grande destaque daquele jogo foi Arthur, comandou o meio-campo tricolor e não errou nenhum passe, sendo o maior passador do time em campo, além disso ainda deu assistência para o gol de Pedro Rocha. Ali, o até então desconhecido Arthur chamou atenção da nação tricolor, foi contra o Guarani que todo o potencial do volante chegou ao grande público.

Arthur, um volante completo (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Virou “Xodó”, tanto da torcida quanto da imprensa, especialistas o tratam como um dos volantes mais promissores da história do país e tecem comparações com gigantes do futebol como o espanhol Iniesta, pela qualidade técnica e a precisão dos passes. Em números, Arthur é o terceiro maior passador do Campeonato Brasileiro até o momento, e o melhor no quesito aproveitamento com cerca de 92% por partida.

O Cantinho do Torcedor do Grêmio destaca a importância de Arthur

Mesmo com pouca idade, Arthur é peça essencial no atual esquema do tricolor gaúcho, tem dois gols marcados na temporada e boa parte do encantamento do Brasil com o estilo do Grêmio é originado dos pés do jovem volante. A convocação para Seleção é apenas mais um passo merecido na carreira meteórica de Arthur, é possível arriscar e afirmar: Arthur tem tudo para se destacar e continuar nas convocações, provavelmente será um dos jogadores mais importantes do país para a Copa do Mundo de 2022.

O volante que não erra passes, tem características de meia-armador e a técnica apurada digna de um camisa 10, apresento-lhes o melhor volante atuando no Brasil em 2017, Arthur.

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @isentoever

%d blogueiros gostam disto: