Dugout – Temporada inesquecível para Giancarlo Stanton

(foto: Sports Illustrated)

O ano do Miami Marlins não foi lá grande coisa. A equipe da Flórida acabou tendo uma temporada ruim e em nenhum momento chegou a ameaçar uma ida aos playoffs, apesar de ter entrado na temporada com uma boa expectativa de pelo menos incomodar os seus rivais de divisão leste da Liga Nacional, que foi vencida facilmente pelo Washington Nationals, que lidera a divisão com 21 jogos de diferença para os Marlins. Washington foi o único time da divisão que teve uma campanha com mais vitórias do que derrotas.

Entretanto, a temporada dos Marlins acabou sendo histórica por conta de um jogador. O jogador de campo direito está detonando as bolinhas e já rebateu 59 home runs na temporada, liderando a MLB na estatística. Além disso, o jogador tem 129 corridas impulsionadas, liderando a liga Nacional no quesito, e 121 corridas anotadas, segundo lugar na Liga Nacional no quesito. Stanton também contabilizou 10 jogos com mais de um HR anotado, segunda melhor marca da liga. Apenas Sammy Sosa (1998) e Hank Greenberg (1938) estão na sua frente, com 11 partidas de pelo menos 2 HR.

Para se ter uma ideia do feito de Stanton, ele é apenas o segundo jogador a rebater pelo menos 59 HR desde 2001, época em que os esteroides dominavam a MLB e muitos dos recordes são questionados até hoje. Naquele ano, Sammy Sosa rebateu 64 e Barry Bonds 73. Stanton ainda terá mais 3 partidas para tentar alcançar uma marca ainda mais impressionante, mas dificilmente ultrapassará Sosa. Ainda assim, sua temporada entra para a história da Liga.

O curioso é que Stanton sempre foi um jogador que prometia uma temporada como essa, entretanto, as lesões sempre fizeram com que essa expectativa ficasse apenas no campo da expectativa. Em 2017, o jogador conseguiu se manter saudável e mostrou que pode ser uma ameaça para os arremessadores da liga. Entretanto, num time mais competitivo, talvez o jogador não consiga desempenhar números tão fantásticos no quesito potência.

Isso porque, na tentativa de rebater mais HR, o jogador acaba indo atrás de mais bolas, sendo menos paciente quando está no bastão. Com isso, a tendência é que Stanton ou consiga rebater a bola para fora do campo ou seja eliminado com mais frequência por strikeouts. Nesta temporada, o jogador já possui um percentual de 23.5% de eliminações por strikeout, uma quantidade elevada para um jogador do seu calibre. Claro que a perseguição pela marca de maior número de HR possíveis, após os Marlins darem a temporada como “perdida”, ajudou a inflar esses números.

 

%d blogueiros gostam disto: