GERAL DA MACACA #15 – PONTE PRETA LTDA

A Ponte Preta tem uma diretoria LIMITADA assim como seu elenco de jogadores também é limitado.
Gustavo Bueno e o boneco de cera Kazuo, deram as caras após mais um vexame em 2017. Depois da eliminação na Copa do Brasil para o Cuiabá em pleno Majestoso, e jogos terríveis como o da última quarta-feira em Recife frente o Sport, eles apareceram.

Como previsto, Gilson Kleina foi demitido. Se Bueno, Kazuo e Cia tivessem hombridade, se demitiriam no mesmo momento. Se os erros são de todos, como Bueno disse, que assumam a sua parcela e sumam. Porque só o treinador “paga o pato”?
Não tratem a Ponte Preta como propriedade. Apesar de pensarem e agirem como tal, a Ponte Preta é de sua torcida!

As coisas estão muito claras no Moises Lucarelli, mas como não há oposição, continuarão dessa forma. A imprensa que vive uma crise nacional, talvez mundial, fica querendo ser amiguinho de jogador, treinador, diretor… e não faz seu trabalho crítico. E dessa forma, a torcida, que já anda com o saco na lua, também já não esboça nenhuma reação porque não se sente representada.
Nesse Campeonato Brasileiro estamos em parafuso desde o início da competição, não tivemos dois jogos em sequência num bom nível.

Como podemos pensar tranquilamente em 2018 se 2017 não está garantido? Enfim, o amadorismo e a incompetência gritam forte pelos lados do Majestoso e estão nos levando ao abismo no final de 2017.
Porque não vemos o investimento e retorno em campo das receitas conquistadas pelas vendas de Pottker, Clayson e patrocínios fortes como, CAIXA, SCHIN, PILOT…?

Coisas boas foram feitas na Ponte Preta nesses últimos 20 anos, seria ingrato não admitir.
Porém o prazo de validade já expirou. Humildade para reconhecer seria louvável. De unanimidade, Carnielli e  seus comandados estão se tornando insuportáveis.

Escrevi no GERAL DA MACACA #7 sobre os 20 anos de Carnielli frente a Ponte e as perguntas que fiz naquela oportunidade são as mesmas e a conclusão também, lamentavelmente.

“É inevitável uma reflexão para esses 20 anos de administração Carnielli:
– A Ponte Preta abandonou sua gente e suas características a troco de que?
– Revelar jogadores é menos importante do que ser, simplesmente, uma vitrine?
– Quando teremos uma oposição atuante e forte? (teremos?)
– Qual o plano de amortização da dívida com Sérgio Carnielli? Seremos sempre reféns disso?
– Porque dispensamos tantos jogadores jovens de nossas categorias de base e contratamos jogadores com limitações visíveis?
– Qual o legado de Carnielli em 20 anos?

A impressão é que quanto menos torcedor no estádio melhor, para os negócios obscuros e duvidosos.
Pior para Ponte Preta.”

É isso.
Saudações alvinegras!

 André Gonçalves

Andre Gonçalves

Ponte Preta desde sempre! Twitter: @andre7goncalves

%d blogueiros gostam disto: