Afinal de contas, Intercontinental deve ser considerado Mundial?

(Foto: Reprodução)

Talvez uma das maiores discussões de torcida do futebol brasileiro, quem venceu no período de Intercontinental considera Mundial, quem venceu na Era Mundial deprecia os vencedores de Intercontinental. Assim são criadas algumas das maiores cornetas do futebol tupiniquim. Esse tema voltou à mídia na ultima semana com uma decisão importante por parte entidade maior do futebol.

(Foto: Reprodução)

Na manhã da última sexta-feira (27), a FIFA, a partir de um conselho realizado na Índia, reconheceu os campeões Intercontinentais dos anos 1960 à 2004 como Campeões Mundiais. Com isso, Grêmio (83), Santos (62 e 63), Flamengo (81) e São Paulo (92 e 93) são considerados campeões mundiais de maneira oficial pela federação superior do futebol.

E a FIFA está totalmente correta ao fazer isso. Por mais que os torneios Intercontinentais da época fossem disputados apenas entre o campeão da Libertadores e o da Champions League, nada desmerece esses títulos. Óbvio, o atual formato do campeonato é o que o torna realmente “mundial”, na época os Intercontinentais eram o que existia como melhor exemplo disso.

Tirando a corneta dos rivais, não havia uma motivação sequer para não considerar tal torneio como Mundial. O reconhecimento serve apenas para oficializar um fato que todo torcedor desses clubes já tinha como verdadeiro. Contudo, um problema entra nessa historia, os torcedores que antes odiavam a FIFA por não aceitar o Intercontinental como Mundial, agora idolatram a entidade por que reconheceu o torneio. Ai temos aquela tradicional hipocrisia de toda torcida de futebol.

Não existia organização durante essas décadas de Intercontinental para inserir times além do continente americano e europeu em um torneio desse tamanho. Coisa que só foi possível com a globalização do século XXI, onde em todos os continentes temos campeonatos bem organizadas e clubes que podem jogar tais competições.

(Foto: Divulgação)

A corneta ainda pode existir, porém agora tem um asterisco na piada. Mesmo assim, pode continuar, pois é o que mantem o futebol como a gente conhece, sem corneta dos rivais o esporte fica mais chato. Ou seja, mesmo que você rival não aceite os Intercontinentais como Mundiais, a FIFA reconhece e é preciso respeito para os agora oficialmente: Campeões Mundiais!

Twitter: @pereira__leo

Leonardo Pereira

Estudante de jornalismo e criador de teses sem noção nos momentos vagos. Twitter: @oOutroLeo

%d blogueiros gostam disto: