Backcourt NBA – The End of The Process?

Simmons e Embiid comandarão a temporada dos 76ers. (Foto: Twiiter oficial dos 76ers)

Apesar do título desse post soar negativo, o conteúdo é positivo. Nessa temporada, um time que deverá ganhar muito em audiência no League Pass certamente será o Philadelphia 76ers. Depois de um longo rebuild, com temporadas de pouquíssimas vitórias gerando escolhas altas no draft, chegou o momento de vermos do que esse time é capaz.

E estamos diante de um time muito interessante. Bem Simmons, primeira escolha geral do draft de 2016, ficou de fora a temporada passada inteira por lesão. Embiid jogou apenas 30 jogos. E agora temos também no elenco a primeira escolha geral do draft de 2017, Markelle Fultz. As notícias indicam que os três estão saudáveis para esse início de temporada, então poderemos ter três jovens extremamente promissores numa equipe que fez bons movimentos também na off-season.

Embiid jogou somente 30 partidas na temporada passada. Foto: Twitter oficial dos 76ers

Pelo que os jogos da pré-temporada está mostrando, veremos Simmons jogando de point-foward, ou seja, como ala que arma o jogo. Simmons é um dos melhores passadores que teremos nessa temporada da NBA, capaz de encontrar espaços impensáveis e deixar boas condições para arremessos de três ou infiltrações dos companheiros. E com Embiid e Saric de pivô e ala de força, respectivamente, ele terá uma quadra bem espaçada para armar as jogadas. A velocidade de Fultz para puxar os contra-ataques também será uma das ferramentas dessa equipe, além dos arremessos de três e experiência de JJ Redick, que chegou do Los Angeles Clippers para essa temporada. Ainda do banco, o bom defensor Amir Johnson, que veio do Boston Celtics, vai contribuir muito nos rebotes, seja com ele mesmo ou fazendo o box-out para a transição ser mais rápida.

Num Leste enfraquecido, uma vez que tivemos um êxodo de all-stars para o Oeste, com a ida de Carmelo Anthony, Jimmy Butler e Paul George para o lado do Pacífico e somente Gordon Hayward fez o caminho inverso, é possível sim imaginar os 76ers supreendendo e se colando entre os 10 melhores do Leste. Com um pouco de sorte e com a evolução e gás que um time jovem pode ter na reta final da temporada, também dá para imaginar a equipe beliscando uma vaga nos playoffs.

Mas para isso, os 76ers vão se precisar se benzer e ficar livres das lesões que atormentam a equipe há anos. Além de Embiid e Simmons, que já falamos no começo do post, Fultz teve lesão durante a Summer League e perdeu a maioria dos jogos. Vimos ano passado que com Embiid, talvez o melhor jogador para se seguir nas redes sociais, os 76ers tiveram jogos competitivos e engrossaram diversos jogos. Com Simmons e Fultz saudáveis, certamente poderemos ver o “The Process” chegando ao fim para que Philadelphia volte a ser um contender ou um competidor muito forte nos próximos anos. Talento jovem tem. Organizados e livres de lesões, será um time bem divertido de se assistir.

Marcelo Tadeu Parpinelli

Um cara que gosta de opinar sobre tudo, principalmente daquilo que não conhece e não entende. Aspirante a filósofo nas horas vagas.

%d blogueiros gostam disto: