De olho na fera #12 – Christian Pulisic

(Foto: Site Oficial BVB)

Se você viu algum jogo do Borussia Dortmund ultimamente ou reparou no camisa 10 da seleção norte-americana, que dá o mínimo de esperança aos Estados Unidos por melhores anos no futebol, provavelmente já prestou atenção no também croata, mas que preferiu defender o seu país mais desprovido de craques , Christian Pulisic.

O norte-americano tem 19 anos e chegou ao Dortmund na temporada 2015/16, onde fez sua estreia no futebol profissional depois de breve passagem no sub-19 da equipe. Temporada passada, fez 15 jogos da Bundesliga como titular e participou de outros 14. Na temporada atual, é titular muito por sua versatilidade, atuando no meio ou como ponta, colocando Gotze, Kagawa, Schurlle, no banco tranquilamente. No sub-17 do USA, foram 34 aparições e 28 gols.

Pulisic é um jogador de muita movimentação, velocidade e drible, qualidades que combinadas ao seu controle de bola e visão de jogo o capacita para jogar em qualquer faixa ofensiva do meio-campo com muita classe e poder de definição à frente. Um jogador que sabe muito bem como aproveitar os espaços do campo, com a sua versatilidade de atuar em vários setores. Qualquer descuido pode ser fatal quando se enfrenta um atleta como ele.

Pulisic já assumiu a 10 (ESPN)

Ano passado ele estreou pela seleção dos Estados Unidos. Hoje é o camisa 10. Tudo bem que a seleção dos americanos não tem lá esse crédito todo no futebol, mas  ficar de fora da Copa é um grande vexame pelas “potências” presentes na CONCACAF e muito injusto para um jovem como ele não chegar a Rússia no ano que vem. Dos últimos 14 gols dos Estados Unidos, foram 7 gols e 7 assistências. São 20 jogos e 9 gols até o momento. É o tipo de jogador que você quer ver na Copa justamente por ser uma referência que pode desequilibrar uma partida para um país com pouca tradição no futebol.

Mesmo com pouca rodagem, Pulisic passa confiança com a bola nos pés e define suas jogadas de forma rápida com muita categoria. Não é a toa que tanta qualidade, mesmo aos 19 anos, lhe credite o interesse de grandes europeus, como Arsenal, Real Madrid e Bayern, que adora um jogador promissor do Borussia. Até onde irá o desenvolvimento dele é que acaba sendo a grande questão. Quantos jogadores como Pulisic, que explodem com um teto de talento alto, acabam se perdendo no meio do caminho por diversos motivos? O momento da consolidação ainda está por vir, e se ele conseguir ultrapassar essa barreira, muito em breve pode se tornar um dos grandes nomes do futebol mundial por muito tempo.

Igor Paulinelly

20 anos, estudante de engenharia e natural de Currais Novos/RN. São-paulino e amante do futebol desde Brasil vs Costa Rica às 3 da manhã em 2002. Social: @igorpaulinelly

%d blogueiros gostam disto: