De olho na fera #14 – Tammy Abraham

(Foto: Sky Sports)

Jogar na Premier League não é para qualquer jogador. É sabido que muitos tentaram e falharam miseravelmente. Mas quando se é um jovem de 20 anos com, 1,90m e apenas iniciando seus passos no futebol profissional pode ser mais difícil ainda. No entanto, Kevin Oghenetega Tamaraebi Bakumo-Abraham, conhecido também como Tammy Abraham, jogador que pertence ao Chelsea, mas está emprestado ao Swansea para essa temporada, parece não se intimidar com a “melhor liga do planeta” e em poucos jogos com a camisa 10 do time galês já tem colecionado gols e boas atuações, sendo titular e referência no ataque nesse começo de temporada.

Como não tem muitas oportunidades no milionário Chelsea, sempre com atacantes contratados a peso de ouro como Diego Costa, Morata e Batshuayi, Abraham tem sido emprestado constantemente e sempre tem desempenhado um bom trabalho nos por onde passa. Primeiramente, jogava nas categorias de base da EPL com a camisa dos Blues e também da seleção inglesa, demonstrando faro de gol. Porém, na temporada passada, para ganhar mais experiência profissional, foi emprestado para o Bristol City, que disputa a Championship (segunda divisão inglesa).

Logo que chegou, Abraham mostrou a que veio, e mesmo com uma campanha ruim de seu time, terminando em décimo sétimo na competição, o jovem marcou mais que um terço dos gols no campeonato (23 gols de 60 feitos pelo Bristol) e foi o grande destaque do ano de seu time para os torcedores e crítica. Despertou o interesse de inúmeros clubes da Inglaterra, exceto a equipe a qual ele pertence, e por isso não foi muito aproveitado na pré-temporada. Novamente, foi emprestado para ganhar “rodagem”.

No entanto, esse último empréstimo foi uma espécie de “teste final” para Tammy Abraham, visto que acabou sendo para um clube da Premier League: o Swansea. Dessa vez ele não chegou apenas para ser mais uma opção de elenco e sim referência de gols, usando a camisa dez e sendo titular na maioria das partidas. O começo do jovem é promissor: já marcou 5 gols em 11 partidas entre Premier League e Copa da Liga.

O atacante tem como maiores qualidades o fato de saber usar muito bem o seu corpo. Alto e forte, torna-se difícil roubarem a bola dos seus pés. Além disso, é constante perigo para as defesas adversárias quando em jogadas aéreas. Tem bom domínio e sabe fazer muito bem o pivô, jogando de costas para o marcador. Nas finalizações mostra-se cirúrgico. É calmo e normalmente coloca a bola onde quer.

O time do Swansea se encontra na 15ª colocação e tem uma semana dificílima contra Manchester United (24/10 pela Copa) e 28/10 contra o Arsenal pela EPL. Hora de mais desafios para Abraham, que busca não mais ser uma promessa, mas sim uma realidade nos campos ingleses.

Lucas Farias

Carioca, 25 anos, nem um pouco jornalista, mas apaixonado por esportes, principalmente futebol. Flamengo, Tottenham, Miami Heat e New Orleans Saints.

%d blogueiros gostam disto: